Geral

Neymar disputa com chileno Vargas prêmio de melhor sul-americano

Os dois jogadores se destacaram nas conquistas dos seus times nas duas principais competições internacionais de clubes disputadas neste ano

Arquivo Publicado em 27/12/2011, às 00h13

None
470145192.jpg

Os dois jogadores se destacaram nas conquistas dos seus times nas duas principais competições internacionais de clubes disputadas neste ano

O jovem craque brasileiro Neymar, do Santos, e o chileno Eduardo Vargas, da Universidade do Chile, são os favoritos da disputa para o prêmio de melhor jogador atuando na América do Sul, concedido pelo jornal uruguaio El País desde 1986.


Os dois jogadores se destacaram nas conquistas dos seus times nas duas principais competições internacionais de clubes disputadas neste ano no continente. 


Neymar liderou o Santos no tricampeonato na Copa Libertadores, em junho, e Vargas foi o artilheiro do time da U que levou a Copa Sul-Americana em dezembro, após eliminar dois clubes brasileiros, o Flamengo nas oitavas e o Vasco na semis.


A menos de cinco dias do encerramento da votação, efetuada por jornalistas estrangeiros do mundo inteiro, Neymar e Vargas já levam grande vantagem sobre um grupo de nove jogadores, entre eles outro brasileiro, o meia Paulo Henrique Ganso, também do Santos.


Os argentinos Juan Román Riquelme, Emiliano Papa, Rolando Schiavi (ex-Grêmio, hoje no Boca Juniors), Clemente Rodríguez e Hernán Barcos, o goleiro chileno Johnny Herrera (ex-Corinthians, hoje na Universidade do Chile), o equatoriano Néicer Reasco (ex-São Paulo, hoje na LDU) e o uruguaio Arévalo (ex-Botafogo) completam a lista dos indicados.


Riquelme é o único dos concorrentes a ter levado este prêmio, em 2001. Quatro brasileiros já foram coroados: Bebeto (1989), Raí (1992), Cafu (1994) e Romário (2000).


Edu Dracena (Santos), Danilo (Santos), Elano (Santos), Dedé (Vasco) e Ronaldinho (Flamengo) não têm chances de conquistar o prêmio de melhor jogador, mas ainda concorrem a uma vaga na seleção do ano, do mesmo modo que o uruguaio ‘Loco’ Abreu (Botafogo) e os argentinos Andrés D’Alessandro (Internacional) e Alejandro Martinuccio (Fluminense).


No prêmio de melhor técnico, a disputa está acirrada entre o brasileiro Muricy Ramalho, campeão da Libertadores com o Santos, o argentino Jorge Sampaoli, campeão da Sul-Americana com a Universidade do Chile, e o uruguaio Oscar Tabarez, campeão da Copa América com a seleção de seu país.


Os resultados serão divulgados no dia 30 de dezembro.

Jornal Midiamax