Geral

Natal, o aniversário do homem que resgatou a humanidade

Natal é dia de trocar presentes, celebrar com a família, e o mais importante comemorar o nascimento de Jesus Cristo. Cristo não foi apenas alguém importante, segundo a bíblia sagrada, ele é o Deus Criador, que viveu nesta terra, como homem, para resgatar a humanidade do poder do pecado. Para os cristãos, aceitar ou rejeitar […]

Arquivo Publicado em 25/12/2011, às 16h36

None

Natal é dia de trocar presentes, celebrar com a família, e o mais importante comemorar o nascimento de Jesus Cristo.


Cristo não foi apenas alguém importante, segundo a bíblia sagrada, ele é o Deus Criador, que viveu nesta terra, como homem, para resgatar a humanidade do poder do pecado.


Para os cristãos, aceitar ou rejeitar a Jesus Cristo é uma questão de vida ou de morte. Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida (1 João 5:12).


Ainda segundo a bíblia, não há salvação em nenhum outro; porque debaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos 4:12).


Para o cristianismo, tudo foi criado por meio dele e para ele. Ele é antes de todas as coisas (Colossenses 1:16, 17), por isso neste natal antes de comemorarmos as festas em si, é preciso parar em pensar o verdadeiro sentido do natal.


O arcebispo de Campo Grande, Dom Dimas Lara Barbosa, lembra que as comemorações como troca de presentes e ceia só adquirem valor quando se coloca no centro a pessoa de Jesus, que é “a razão de ser do próprio Natal”.

Jornal Midiamax