Geral

‘Não há irregularidades na Emha nem na convocação de mutuários’, garante Matos

O diretor-presidente da Agência Municipal de Habitação de Campo Grande (Emha), Paulo Matos, disse que durante a sua gestão não houve nenhuma regularidade com relação à venda de casas populares denunciadas pelo assessor paramentar Celso Roberto Costa. Segundo Matos, a convocação dos mutuários do Emha publicada na edição desta segunda-feira (9) no Diário Oficial da […]

Arquivo Publicado em 09/05/2011, às 13h28

None

O diretor-presidente da Agência Municipal de Habitação de Campo Grande (Emha), Paulo Matos, disse que durante a sua gestão não houve nenhuma regularidade com relação à venda de casas populares denunciadas pelo assessor paramentar Celso Roberto Costa.


Segundo Matos, a convocação dos mutuários do Emha publicada na edição desta segunda-feira (9) no Diário Oficial da Capital (Diagrande) não tem relação com as denuncias. Essa convocação de mutuários é para regularizar pendência com a Emha que é um processo normal.


Ele explica que toda semana existem essas convocações e neste caso as regularizações das pendências são com relação à falta de pagamento e documentações erradas.


Matos argumenta que durante a sua gestão não houve e não há nenhuma irregularidade com relação a venda de casa populares. “As denúncia que o Mário Covas Fez foi antes de 2004 e não tem relação com a gestão atual”, explica.

Jornal Midiamax