Geral

MS deve vacinar todo rebanho contra febre aftosa na etapa de maio

A vacinação do rebanho de bovinos e bubalinos contra febre aftosa vai abranger de “mamando a caducando” na etapa de maio em Mato Grosso do Sul. No Planalto e na Zona de Alta Vigilância (ZAV) a imunização acontece de 2 a 31 de maio. Já no Pantanal – para as propriedades optantes por esta etapa […]

Arquivo Publicado em 02/05/2011, às 20h43

None

A vacinação do rebanho de bovinos e bubalinos contra febre aftosa vai abranger de “mamando a caducando” na etapa de maio em Mato Grosso do Sul. No Planalto e na Zona de Alta Vigilância (ZAV) a imunização acontece de 2 a 31 de maio. Já no Pantanal – para as propriedades optantes por esta etapa – a vacinação iniciou hoje, 2 de maio, e vai até 15 de junho. O prazo para declaração no Planalto, ZAV e Pantanal vai até 15 junho. Agora, além de declarar a vacinação, o produtor vai também declarar o estoque efetivo do rebanho.

Trabalhando por uma pecuária moderna e em desenvolvimento, o ajuste do rebanho bovino e bubalino vai unificar e atualizar as informações da Secretaria de Fazenda do Estado (Sefaz) e da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), possibilitando a criação de um único cadastro com todos os dados das propriedades rurais. É uma grande conquista para classe, que com a declaração efetiva do rebanho, vem unificar e modernizar o banco de dados do Estado, gerando maior credibilidade para o setor ruralista.

Para as propriedades pantaneiras optantes pela etapa de novembro, a vacinação de todo o rebanho e declaração do estoque acontece a partir de 1º de novembro de 2011. Este procedimento vai substituir a Declaração Anual do Produtor (DAP) no que diz respeito a bovino e bubalino. Mato Grosso do Sul é o primeiro Estado do País a implantar o modelo.

Todo o procedimento de declaração da vacina e do estoque efetivo do rebanho será feito através do site da Secretaria de Fazenda do Estado – www.sefaz.ms.gov.br. Em todo Estado, os escritórios da Iagro, da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) e dos Sindicatos Rurais estarão orientando e esclarecendo as dúvidas dos produtores. Para outras informações um “Disque Ajuda” estará à disposição pelo telefone (67) 3318-3600.

Jornal Midiamax