O ministro Carlos Lupi, do Trabalho e Emprego, vem a Mato Grosso do Sul na sexta-feira (19), para participar da Conferência Regional do Emprego e Trabalho Decente, que será realizado em Campo Grande, com as presenças do governador André Puccinelli e do prefeito Nelsinho Trad.

A confirmação é de Idelmar da Mota Lima, presidente da Força Sindical Regional Mato Grosso do Sul, que participa, junto com as demais centrais sindicais, representam os trabalhadores na comissão tripartite (trabalhadores, empresários e governo) que vai estudar e levantar propostas de emprego e trabalho decente para a conferência nacional que será realizada em abril de 2012 em Brasília.

Carlos Lupi chega pela manhã e participa da abertura dos trabalhos que será às 9 horas no auditório do Grand Park Hotel (em frente ao shopping). O objetivo desse trabalho, segundo Idelmar, é a implantação do trabalho decente, deliberado pela OIT (Organização Internacional do Trabalho), com o apoio da ONU (Organização das Nações Unidas), que visa organizar de forma humana e adequada o trabalho, como direito fundamental para a cidadania.

Além da micro região de Campo Grande, que será realizada nesta sexta-feira (19), as demais cidades estão assim divididas: Coxim e região norte, dia 25 de agosto; Dourados e a Grande Dourados, dia 02 de setembro; Ponta Porá – Sul Fronteira e Cone Sul, dia 16 de setembro; Bonito – Pantanal e Sudoeste, dia 23 de setembro ee Três Lagoas – Bolsão, dia 30 de setembro.

Conceito

O conceito de trabalho decente, segundo a OIT, está intimamente ligado aos seguintes pontos: Oportunidade de trabalho produtivo; Trabalho em condições de liberdade; Trabalho em condições de equidade; Trabalho em condições de segurança e em condições de dignidade, que requer que todos os trabalhadores sejam tratados com respeito e possam participar das decisões relativas às condições de trabalho.