Geral

Militares argentinos ocupam sede de empresa do Grupo Clarín

Forças de Segurança Militares da Argentina invadiram a sede da Cablevision, empresa de TV a cabo do grupo Clarín, no bairro de Barracas, em Buenos Aires, segundo informações do jornal Clarín. Na manhã desta terça-feira (20), mais de 50 militares entraram na sede da empresa acompanhados por funcionários do judiciário e por jornalistas de um […]

Arquivo Publicado em 20/12/2011, às 21h59

None

Forças de Segurança Militares da Argentina invadiram a sede da Cablevision, empresa de TV a cabo do grupo Clarín, no bairro de Barracas, em Buenos Aires, segundo informações do jornal Clarín.

Na manhã desta terça-feira (20), mais de 50 militares entraram na sede da empresa acompanhados por funcionários do judiciário e por jornalistas de um programa da TV estatal argentina.

Segundo a reportagem, a ocupação foi ordenada pela Justiça de Mendoza, onde a empresa não atua, a pedido da companhia Supercanal, do grupo Vila-Manzano que, segundo o Clarín, é alinhado com o kirchnerismo. O jornal não informa o motivo da ação judicial.

Os militares estão revistando todos que tentam entrar no prédio e buscam documentos da empresa.
A invasão é um dos mais duros golpes do governo no grupo Clarín, que faz oposição à presidente Cristina Kirchner.

Jornal Midiamax