Geral

Meta do Comitê Olímpico é o Brasil em 10º lugar na Olimpíada de 2016

A meta do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, é fazer com que o País atinja a 10ª posição no quadro geral de medalhas. Para isso, o Brasil precisa ganhar 30 medalhas, em mais de 13 modalidades. Nos Jogos de Pequim, em 2008, o País terminou na […]

Arquivo Publicado em 28/11/2011, às 21h11

None

A meta do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, é fazer com que o País atinja a 10ª posição no quadro geral de medalhas. Para isso, o Brasil precisa ganhar 30 medalhas, em mais de 13 modalidades. Nos Jogos de Pequim, em 2008, o País terminou na 23ª colocação, com 15 medalhas, sendo três delas – de ouro.


A informação foi divulgada nesta terça-feira pelo superintendente-executivo do COB, Marcos Vinícius Freire, durante debate promovido pela Comissão de Turismo e Desporto para discutir o planejamento brasileiro para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, e do Rio, em 2016.


Marcos Vinícius Freire explica a estratégia de preparação e treinamento dos atletas que está sendo feita pelo Comitê Olímpico Brasileiro. “A primeira coisa que a gente faz é olhar para 2008, 2004 e ver qual foi a idade média dos atletas que foram campeões olímpicos ou campeões do mundo naquele período, e fazer uma conta de trás para frente.”


Ele dá como exemplo a ginástica artística feminina. “Todas as meninas que ganharam em Beijing tinham 16 anos; elas hoje têm entre 9 e 12 anos. Então tem uma geração que está sendo preparada para Londres, que vai ter Daiane [dos Santos], Jade [Barbosa], etc e tem outra equipe preparando-se para 2016.”


11 mil atletas
O diretor-geral dos Jogos Olímpicos de 2016, Leonardo Gryner, que também participou da audiência, disse que as competições no Rio vão contar com a participação de 11 mil atletas, de 205 países.


A expectativa é que haja 21 mil jornalistas credenciados e mais 10 mil não credenciados, além de 90 mil trabalhadores voluntários. O COB estima a venda de aproximadamente 6,5 milhões de ingressos.


O diretor-geral dos Jogos Olímpicos de 2016 também disse que as Olimpíadas vão estar concentradas em quatro regiões do Rio: Deodoro, Maracanã, Copacabana e Barra da Tijuca. A Barra vai sediar 50% das disputas.


Organização
O deputado Valadares Filho (PSB-SE), que solicitou a realização da audiência pública, disse ter ficado satisfeito com as explicações dadas pelos integrantes do Comitê Olímpico. “Chamou muito a minha atenção a organização que eles têm em relação às Olimpíadas de 2016, com a preparação com antecedência, estudos detalhados, com as metas atingidas, a organização que eles demonstraram, ressaltando que as coisas estão no cronograma correto e nos deixando extremamente tranquilos em relação a esse megaevento que vai ser as Olimpíadas de 2016.”


Entretanto, Valadares Filho disse ter tido a impressão de que todo o planejamento do Comitê Olímpico Brasileiro está focado nos Jogos de 2016, em detrimento dos Jogos do ano que vem, em Londres. Já o presidente do COB, Carlos Nuzman, discorda. “De maneira nenhuma. Nós estamos investindo em 2012 e 2016. Acho que a apresentação ficou muito clara sobre isso.”


Entretanto, o superintendente-executivo do Comitê Olímpico Brasileiro, Marcos Vinícius Freire, informou que a previsão é que o número de medalhas em 2012 seja semelhante ao obtido há quatro anos em Pequim: 15 medalhas.

Jornal Midiamax