Geral

Medvedev exige demissões no Ministério do Interior após ataque

O presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, exigiu nesta terça-feira demissões no Ministério do Interior após o atentado suicida no aeroporto moscovita de Domodedovo, que na véspera deixou 35 mortos e 180 feridos, 43 deles com gravidade. “Ordeno ao ministro do Interior que proponha demissões ou outras medidas para os responsáveis da segurança no transporte”, declarou […]

Arquivo Publicado em 25/01/2011, às 12h25

None

O presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, exigiu nesta terça-feira demissões no Ministério do Interior após o atentado suicida no aeroporto moscovita de Domodedovo, que na véspera deixou 35 mortos e 180 feridos, 43 deles com gravidade.


“Ordeno ao ministro do Interior que proponha demissões ou outras medidas para os responsáveis da segurança no transporte”, declarou Medvedev ao reunir-se com o estado maior do Serviço Federal de Segurança (FSB, antigo KGB).


Além disso, exigiu ao FSB, principal órgão na luta contra o terrorismo, que “aponte responsabilidades entre os altos cargos da pasta”.


“Em 2010, o número de atentados aumentou. Para o FSB, da mesma forma que para outros corpos de segurança do Estado, esta é a advertência mais alarmante”.


Além disso, Medvedev determinou ao Governo de Vladimir Putin que tome medidas em relação aos funcionários do Executivo encarregados de garantir a ordem em transporte.


“Os dados dos quais dispomos refletem que no lugar do atentado simplesmente reinava a anarquia. Entrava-se por qualquer lugar, o controle de acesso era, no melhor dos casos, parcial e não afetava aqueles que recebiam os passageiros”, declarou.

Jornal Midiamax