Geral

Mato Grosso do Sul importa quase metadae dos profissionais da engenharia

O levantamento é do Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia -CREA  e revela as oportunidades que existem dentro do Mato Grosso do Sul para quem se dedicar a uma das áreas da engenharia. Hoje apenas 58% dos profissionais filiados à instituição são graduados no Estado, o restante precisa vir de fora para atender a […]

Arquivo Publicado em 24/09/2011, às 17h44

None
1581384273.jpg

O levantamento é do Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia -CREA  e revela as oportunidades que existem dentro do Mato Grosso do Sul para quem se dedicar a uma das áreas da engenharia. Hoje apenas 58% dos profissionais filiados à instituição são graduados no Estado, o restante precisa vir de fora para atender a demanda do mercado.



A divulgação deste cenário foi feita dentro do Ciclo de Palestras Jovem Aprendiz: Semente do Futuro que a Enersul realizou para levar a um grupo de 170 estudantes do SENAI mais uma oportunidade para todos refletirem sobre o futuro profissional comprometido com o desenvolvimento sustentável. A motivação veio pelo Programa de Educação Ambiental da Concessionária que, neste ano, apresentou a esses jovens as oportunidades  de atuação profissional em carreiras tecnológicas ligadas ao setor elétrico, mas reconhecendo a vocação de cada um.



Para levar esse novo conhecimento aos jovens a Enersul contou com a Federação das Industrias, Universidade federal de Mato Grosso do Sul, Rotary Club Campo Grande, Rotary Club Pantanal, Fundação dos Rotarianos, Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia e o Serviço Nacional da Industria. Esta  ação, orientada pela Política de Sustentabilidade da Rede Energia, demonstra o  fortalecimento do compromisso das instituições parceiras com o futuro da juventude e do planeta. 


Jornal Midiamax