Geral

Mantega participa na Câmara de debate sobre novo salário mínimo

O plenário da Câmara vai se transformar hoje (15) em comissão geral para discutir a proposta de reajuste do salário mínimo. Participam do debate, que começa às 15, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, representantes das centrais sindicais e dirigentes da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e da Confederação Nacional dos Municípios (CNM). O governo […]

Arquivo Publicado em 15/02/2011, às 10h57

None

O plenário da Câmara vai se transformar hoje (15) em comissão geral para discutir a proposta de reajuste do salário mínimo. Participam do debate, que começa às 15, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, representantes das centrais sindicais e dirigentes da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

O governo propõe o novo salário de R$ 545 e estabelece uma política de valorização até 2014 com base nos mesmos critérios previstos atualmente: a variação da inflação do ano anterior mais o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos anteriores. As centrais sindicais querem um valor maior.

A Câmara deve apreciar ainda hoje o regime de urgência para a votação do projeto do salário mínimo. Aprovado o requerimento de urgência dos líderes, a matéria deve entrar na pauta de amanhã (16).

Agora de manhã, trabalhadores e sindicalistas fazem manifestação em frente ao Congresso Nacional em defesa de um reajuste maior para o mínimo.

Jornal Midiamax