Geral

Maioria das mães no Asilo São João Bosco não recebe visita dos filhos neste domingo

A maioria das 49 idosas que moram no Asilo, quase todas mães, não receberão visita dos filhos na data em que se comemora a maternidade.

Arquivo Publicado em 08/05/2011, às 12h00

None
1485238939.jpg

A maioria das 49 idosas que moram no Asilo, quase todas mães, não receberão visita dos filhos na data em que se comemora a maternidade.

“Que bom que você veio!” É o que diz a placa que fica na entrada do Asilo São João Bosco em Campo Grande. Mas poucos devem ler o aviso neste domingo (8), Dia das Mães. A maioria das 49 idosas que moram no local, quase todas mães, não receberão visita de familiares na data em que se comemora a maternidade.

Quem confirma a informação é a irmã Marlene Barbosa da Silva, uma das coordenadoras do asilo. Segundo ela, quase 90% do total de idosos entre homens e mulheres não recebem visita de parentes. No total, são 110 pessoas na “melhor idade”, sendo 61 homens e as 49 mulheres.

Uma das poucas que receberá visita do filho é a dona Ana Rodrigues, 78, que tem um casal de filhos. Com um sorriso no rosto ela conta que será visitada pela filha. Já o filho, que mora em outra cidade, a velhinha acha difícil ver hoje.

Outra que se diz feliz porque os filhos devem visitá-la é Rosa Ferreira Gonçalves, 74, que também tem um casal de filhos que a vê frequentemente. “No final de semana passado eu fui e voltei de moto da casa da minha filha, na saída de Cuiabá”, conta orgulhosa.

Mesmo sem o aconchego de um familiar, a maioria dos senhores e senhoras diz que gosta do asilo e que são muito bem cuidados. E além desse contato com os funcionários, que na maioria os chamam de ‘bebês’, o local recebe visita de escolas, igrejas e comunidades constantemente.

O Asilo São João Bosco é uma entidade de caráter beneficente, assistencial, social, filantrópica, sem fins lucrativos, da Igreja Católica, que conta com voluntários como médicos geriatras, clínicos gerais, otorrinos, cardiologistas entre outros profissionais liberais de diversas áreas.

A irmã Marlene dá o exemplo de um grupo de 40 mulheres que fabricam fraldas geriátricas para os idosos. Quem quiser fazer uma visita, os horários são das 9h30 às 11h00 e das 14h às 16h de segunda a segunda. Se o grupo de visitantes passar de dez pessoas, é necessário fazer um agendamento através do 3322-2225.

Jornal Midiamax