Mães que produzem leite em excesso podem ajudar bebês que necessitam ser amamentados e contribuir com as ações em comemoração à Semana Nacional de Amamentação. Para tanto basta procurar o Banco de Leite de sua cidade e declarar o interesse em participar do projeto Bombeiro Amigo da Amamentação.

Neste ano a Secretaria de Estado de Saúde (SES) realiza nos sete primeiros dias do mês, 1º a 7 de agost,o um cronograma especial de atividades dedicado à Semana Nacional de Aleitamento Materno, com o tema “Amamentação: uma experiência em 3D”.

A ideia da campanha é incentivar a população para entrar em contato com profissionais da saúde nos postos de atendimento mais próximos para compartilhar mensagens e aumentar a conscientização sobre o tema; conectar com outros ativistas da amamentação por e-mail, blog, Facebook ou Twitter, além de mobilizar mães a participarem de projetos como “Bombeiro Amigo da Amamentação”.

A participação das mães que produzem leite em grande volume é crucial para o sucesso do projeto, pois sem elas é praticamente inviável que os trabalhados tenham andamento. A ação ajuda aqueles bebês que por algum motivo necessitam de leite humano. O gesto também ajuda as famílias receptoras a economizarem no orçamento, uma vez que os leites próprios para recém-nascidos têm um alto custo.

Segundo a lei que regulamenta o funcionamento dos Bancos de Leite no Brasil (RDC Nº 171), a doadora, além de apresentar excesso de leite, deve ser saudável, não usar medicamentos que impeçam a doação e se dispor a doar o excedente.

Em Campo Grande as mães que desejarem contribuir devem entrar em contato com os profissionais do Hospital Universitário, pelo telefone (67) 3410-3000. Já no município de Dourados elas devem ligar para o Corpo de Bombeiros em um dos seguintes telefones: (67) 3421- 4442 ou 3425-6931. Feito o contato é agendada uma visita à residência da mãe para buscar o leite humano, coletado pela própria mulher.

Coleta

No primeiro semestre de 2011, janeiro a junho, a produção da Rede Estadual de Banco de Leite Humano tottalizou uma coleta de 2.591 litros, sendo 2.710 litros coletados em Campo Grande e 421 em Dourados. Captação que acontece graças à contribuição de 1.943 mulheres que participam desse do projeto que atende hoje 1.789 bebês. Do total de doadoras, 1.470 residem na Capital e 473 são de Dourados. Já quanto os beneficiados com o gesto de solidariedade são 1.498 bebês só em Campo Grande e outros 291 em Dourados.

Contudo ainda assim é necessária a adesão de mais mães ao projeto Bombeiro Amigo da Amamentação, em razão das mamadas dos bebês que acontecem várias vezes ao dia.

Projeto

Bombeiro Amigo da Amamentação é um projeto idealizado pelo Ministério da Saúde que surgiu com intuito de aumentar a coleta de leite humano e o estoque do liquido nos bancos de leite. Na Capital os bancos de leite existentes são: Núcleo de Hospital Universitário; Maternidade Cândido Mariano e Santa Casa, que revezam o atendimento às UTIs Neonatais de suas próprias instituições.

Em Mato Grosso do Sul o projeto foi implantado por meio de uma parceria entre a Secretaria de Saúde; de Justiça e Segurança Pública; Corpo de Bombeiros e Comitê Estadual de Estímulo ao Aleitamento Materno.

Ações

Ainda em relação à campanha de aleitamento estão sendo desenvolvidas no âmbito da Rede Estadual de Bancos de Leite Humanos ações internamente com mães que estão no Alojamento Conjunto e mães com bebês internados nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs Neonatais) e Intermediárias nas unidades mantedoras dos Bancos de Leite.