Geral

Mãe ameaça matar filha de seis meses em Três Lagoas

Na tarde de hoje, o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de urgência) foi acionado por moradores da Rua David Alexandria, em Três Lagoas, onde havia uma mulher com um bebê. Ao chegarem ao endereço citado, o SAMU acionou o Conselho Tutelar quando perceberam que a mulher poderia estar sob efeito de entorpecentes. A mãe invadiu […]

Arquivo Publicado em 26/01/2011, às 21h15

None

Na tarde de hoje, o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de urgência) foi acionado por moradores da Rua David Alexandria, em Três Lagoas, onde havia uma mulher com um bebê. Ao chegarem ao endereço citado, o SAMU acionou o Conselho Tutelar quando perceberam que a mulher poderia estar sob efeito de entorpecentes. A mãe invadiu uma residência com a criança nos braços.


A conselheira conseguiu conversar com a autora, que a ameaçou e ainda ameaçou matar a filha de apenas seis meses, e depois fugiu. Desta vez ela adentrou em uma loja de roupas, mas a conselheira a seguiu, pois temia pela vida da criança.


A Policia Militar foi acionada para comparecer loja, e lá a mulher foi identificada como J. J., de 25 anos, moradora do bairro Alto da Boa Vista. Em conversa com os policiais e com a conselheira, ela informou que está grávida de gêmeos, e que além da criança de seis meses ainda tem mais três filhos com idades de 3, 5 e 12 anos.


Os militares disseram que hoje de manhã foram em uma ocorrência na residência de J. J., onde ela entrou em vias de fatos com seu amásio, mas a mesma não quis registrar boletim de ocorrência contra seu parceiro.


O conselho tutelar informou que irá até a casa de J. J. para retirar as crianças do local, já que a mulher é dependente química, e não tem condições de cuidar dos menores. As crianças serão conduzidas ao Poço Jacó, onde ficarão sob guarda judicial.

Jornal Midiamax