Em almoço com políticos do Rio de Janeiro na residência oficial do governador Sérgio Cabral (PMDB), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu que os partidos aliados façam um esforço para se manter unidos nas eleições municipais de 2012. “Quanto mais vocês estiverem juntos, mais eu vou viajar”, brincou Lula, segundo relato do deputado Miro Teixeira (PDT).

“Se vocês se dividirem, eu não vou meter minha mão nessa cumbuca”, acrescentou Lula, segundo o ministro do Trabalho, Carlos Lupi (PDT). O encontro com parlamentares e secretários estaduais e municipais no Palácio Laranjeiras durou pouco mais de duas horas. No fim da tarde, o ex-presidente fará uma palestra em seminário sobre os 30 anos do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase), fundado pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, que morreu em 1997.

Segundo Teixeira, Lula não fez referências diretas à “faxina” da presidente Dilma Rousseff, mas disse que “todas as denúncias tem que ser apuradas e quem tem culpa tem que ser punido, garantido o direito de defesa”.