Geral

Lotada, Rodoviária da Capital tem 120 ônibus extras para fim de ano

De ontem (22) até amanhã (24), o fluxo será de mais ou menos 15 mil passageiros

Arquivo Publicado em 23/12/2011, às 13h46

None
810684809.jpg

De ontem (22) até amanhã (24), o fluxo será de mais ou menos 15 mil passageiros

Com as festas de final de ano, as plataformas de embarque e desembarque do Terminal Rodoviário de Campo Grande estão lotadas. Por causa do aumento no fluxo de passageiros, 120 carros extras foram disponibilizados para dar conta do movimento.


Segundo Luiz Fernando Kormoczi de Jesus, supervisor do Terminal, o número de pessoas que embarcam em período normal é de 70 mil no mês. Em dezembro, esse número chega a 110 mil. Só nestes três dias que antecedem o Natal, de ontem (22) até amanhã (24), o fluxo será de mais ou menos 15 mil passageiros. E a expectativa para o Ano Novo é a mesma.


Os destinos nacionais mais visados, de acordo com a administração da Rodoviária, são Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Rio Grande do Sul e Belo Horizonte. No Estado, Corumbá e Dourados têm bastantes procuras também.


Apesar de mais de 20 empresas de viação atender o terminal, Luiz Fernando orienta quem for viajar que não deixe para comprar as passagens de última hora. “Quem for viajar sozinho, pode ser que ainda encontre passagem, mas já é bem difícil”, diz.


Valdeir Pereira dos Santos deu sorte. Ele vai passar Natal e Ano Novo com a família em Anaurilândia, cidade distante a 366 quilômetros de Campo Grande, e deixou para comprar as passagens hoje mesmo, minutos antes do embarque. “Consegui comprar a última passagem que tinha”, conta.


Para dar conta dos passageiros, os motoristas também estão tendo que se desdobrar. José Lino conta que as viagens aumentaram em 20% e que Natal e Ano Novo ele passará na estrada. “Minha festa será no volante”, conta. Sobre a família, ele expõe que comemorará quando tiver folga. “Eles entendem e já estão acostumados, todo final de ano é assim”, diz o motorista.


Primeira viagem


Marinheira de primeira viagem, Neide de Paula vai para o Rio de Janeiro encontrar o marido. “Estou nervosa, é a primeira vez que viajo e vou sozinha”. Ela conta que recebeu muitos orientações, e a que ela mais ouviu serve até para os que estão acostumados a pegar estrada. “O que as pessoas mais me falaram é para não pedir informação para qualquer um, sempre procurar um funcionário ou policial”.


Crianças


Luiz Fernando também passa as instruções para quem for viajar com crianças ou quem vai embarcar menores de idade sozinhos para viajar. De acordo com a lei, menores de 12 anos que for viajar com os pais precisam ter documentos em mãos, se forem com acompanhados de algum adulto que não sejam os pais, é preciso ter uma autorização judicial, além dos documentos.


Menores de idade, mas acima de 12 anos, que forem viajar sozinhos ou acompanhados, precisam apenas dos documentos. Com destino para Ribas do Rio Pardo, o casal Edileuza Gonçalves e Silvio Alves da Silva levavam o filho de 5 anos e o sobrinho de 13. “Estamos com tudo certinho, todos os documentos, checamos tudo antes de sair de casa”, garantem. 


Policiamento


Apesar do volume e tumulto de pessoas nas plataformas, o soldado da PM W. Santana garante que este final de ano está tranquilo no Terminal Rodoviário de Campo Grande. “Não teve nenhuma confusão, as pessoas estão bem sossegadas”, diz. A fiscalização da Polícia Militar está intensa e a maioria das apreensões é de droga ou mercadoria contrabandeada.

Jornal Midiamax