Geral

Líder comunitário sugere a Chico Maia que compre uma casa perto do Parque da Acrissul

Autor da Lei do Silêncio provocou o maior defensor da emenda que autoriza a realização de shows no Parque de Exposições Laucídio Coelho, hoje proibidos por força judicial

Arquivo Publicado em 10/02/2011, às 14h36

None
683573768.jpg

Autor da Lei do Silêncio provocou o maior defensor da emenda que autoriza a realização de shows no Parque de Exposições Laucídio Coelho, hoje proibidos por força judicial

O presidente da Associação dos Moradores do bairro Jockey Clube, Waldemir Popi fez uma provocação em audiência pública que motivou um mal-estar entre os defensores da emenda que modifica a Lei do Silêncio.

Ele sugeriu que o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Chico Maia, principal apoiador da emenda, que compre uma casa na esquina do Parque de Exposições Laucídio Coelho. Os dois bateram boca depois.

A audiência que debate a Lei acontece no plenarinho da Câmara dos Vereadores. Decisão judicial havia proibido a realização de shows no Parque porque o barulho causado pelos eventos incomoda ao menos 20 mil moradores da região e fere a Lei do Silêncio.

Contaminados pelo forte lobye da Acrissul, dona do Parque, e dos promotores dos shows, 19 dos 21 vereadores da cidade aprovaram uma emenda que despreza a decisão judicial e abre uma brecha na lei que autoriza os shows em determinados períodos do ano.

“Lá perto do Parque, bem na esquina, tem uma casa à venda, compre ela Chico Maia, vai morar lá”, disse Popi durante o discurso que fez na audiência.

Popi era vereador em 1996 e foi um dos autores da Lei do Silêncio.

Para que a emenda entre em vigor é preciso a homologação do prefeito da cidade, Nelsinho Trad, do PMDB.

O prefeito ainda não sabe que decisão tomar, disse que ia ouvir os argumentos da Justiça, dos moradores que se sentem prejudicados com o show e com a Acrissul, que diz defender a Exposição como uma festa popular.

A audiência, promovida pela Câmara, é participada principalmente por defensores da emenda. Moradores do Jockey Clube, que enviou uns três representantes para o locoal, disseram que nada adiantaria participar do evento porque “a emenda já havia sido aprovada e nada ia mudar isso”.

A reação

O presidente da Acrisul, Chico Maia, em discurso disse que os shows na Exposição não visam apenas “ganhos financeiros” nem atendem interesses da entidade que comanda. “A festa [exposição] é da cidade, cultural e segue uma tradição. Acho que a lei deve ser cumprida, sim, mas primeiro tem de se levar em conta a tradição de nossa cidade”, dise ele.

Chico Maia disse ainda que Popi o elogiou em algumas ocasiões: “você [Popi] disse que os shows no Parque tinha diminuído quando assumi a entidade”.

Popi levantou-se do plenarinho e retrucou: “você é um mentiroso”. Antes, o líder comunitário havia dito que na gestão de Maia os shows passaram a acontecer com maior frequência.

Jornal Midiamax