Geral

Leitores não queriam mudança na Lei do Silêncio, diz enquete

Em enquete realizada pelo Midiamax, a maioria dos leitores respondeu negativamente a pergunta: “Você concorda que a Lei do Silêncio seja alterada para que a Acrissul possa escapar de decisão judicial e continuar a fazer shows no Parque?”. Mais de setenta por cento (70,71%) dos votos foram contra a alteração da Lei do Silêncio para […]

Arquivo Publicado em 09/02/2011, às 13h16

None
1862926943.JPG

Em enquete realizada pelo Midiamax, a maioria dos leitores respondeu negativamente a pergunta: “Você concorda que a Lei do Silêncio seja alterada para que a Acrissul possa escapar de decisão judicial e continuar a fazer shows no Parque?”.

Mais de setenta por cento (70,71%) dos votos foram contra a alteração da Lei do Silêncio para que haja a continuidade de shows no Parque de Exposições Laucídio Coelho. Apenas vinte e oito por cento (28,25%) respondeu que concorda com a alteração da Lei e que a Acrissul deve continuar com os shows no Parque.

Um por cento (1,05%) não soube afirmar se concordam ou não com a mudança. A enquete foi encerrada dia 09 de fevereiro às 09h34.


Emenda aprovada

A câmara de Campo Grande aprovou ontem (08), aprovou o projeto que inclui a Expogrande como exceção à Lei do Silêncio. Ainda devem ser acrescentados o Show da Virada, da TV Morena; os festejos de aniversário da cidade (26 de agosto) e o dia de Santo Antônio, padroeiro do município (13 de junho). A Lei do Silêncio (LC nº 8/96) já previa o Carnaval e o Natal como épocas de exceção.

Dos vereadores em plenário, Ribeiro (PMDB) não votou e justificou com um problema de saúde. O presidente da Casa, Paulo Siufi (PMDB), só votaria em caso de empate.

Jornal Midiamax