Geral

Kadhafi promete manter luta e diz que sairá vitorioso

O ditador líbio Muammar Kadhafi prometeu nesta terça-feira (22) continuar lutando e disse a seus seguidores que sairá vitorioso da guerra contra os rebeldes e as forças internacionais. “Seremos vitoriosos no fim”, disse Kadhafi em breve declaração na capital do país, transmitida ao vivo pela televisão. A aparição em público em sua residência de Bab […]

Arquivo Publicado em 22/03/2011, às 22h04

None

O ditador líbio Muammar Kadhafi prometeu nesta terça-feira (22) continuar lutando e disse a seus seguidores que sairá vitorioso da guerra contra os rebeldes e as forças internacionais.


“Seremos vitoriosos no fim”, disse Kadhafi em breve declaração na capital do país, transmitida ao vivo pela televisão. A aparição em público em sua residência de Bab el-Aziziya, em Trípoli, que foi atingida no domingo por um míssil da coalizão, informou a televisão nacional líbia.


Um dos comandantes das tropas leais ao líder líbio foi morto perto da capital Trípoli, informou a TV Al Jazeera. A emissora identificou o comandante como Hussein El Warfali.


Nesta terça, França, Estados Unidos e Grã-Bretanha chegaram a um acordo em como utilizar a estrutura de comando da Otan (Aliança do Tratado do Atlântico Norte) em apoio às forças de coalizão na Líbia, informou, em um comunicado, a assessoria do presidente francês, Nicolas Sarkozy, nesta terça-feira (22).


A informação também foi confirmada pelo porta-voz da Casa Branca, Ben Rhodes, segundo o qual o presidente Barack Obama, a bordo do Air Force One na sua viagem pela América Latina, conversou por telefone com o primeiro-ministro britânico, David Cameron, e com o presidente francês Nicolas Sarkozy.


Segundo Rodhes, os três chegaram a um acordo para que a Otan exerça papel de importância no comando da operação militar na Líbia. “Analisaram também os progressos alcançados para deter o avanço das forças” do líder líbio Muamar Kadhafi sobre Benghazi, explicou Rhodes.


A Otan é uma aliança política e militar formada por 28 países-membros que buscam garantir a paz e a segurança regional. Foi criada em 1949, durante o contexto da Guerra Fria, em contraposição ao Pacto de Varsóvia, que reunia países socialistas do leste europeu e a União Soviética.

Jornal Midiamax