Geral

Jornal: Santos ameaça ir à Fifa se europeus assediarem Neymar

O Santos deu um recado aos clubes que estão de olho em sua estrela: Neymar. Quem for diretamente atrás de seus representantes sem consultar a diretoria será denunciado à Fifa por assédio ao jogador mais badalado, que já integra o time titular da Seleção Brasileira. Em entrevista ao jornal esportivo AS, da Espanha, o diretor […]

Arquivo Publicado em 18/06/2011, às 13h41

None

O Santos deu um recado aos clubes que estão de olho em sua estrela: Neymar. Quem for diretamente atrás de seus representantes sem consultar a diretoria será denunciado à Fifa por assédio ao jogador mais badalado, que já integra o time titular da Seleção Brasileira.


Em entrevista ao jornal esportivo AS, da Espanha, o diretor de futebol Pedro Luiz Nunes disse que não existe nenhum acordo de Neymar com time europeu nem propostas reais. Seriam especulações normais que circulam pelo mercado.


O dirigente afirmou ainda que os clubes europeus têm o mau costume de falar somente com os representantes dos jogadores. E completou ao ameaçar que se algum clube fizer desta forma e não com o Santos, representarão uma queixa formal à Fifa, dando um recado principalmente ao Real Madrid, que teria Ronaldo como representante no Brasil.


O ex-jogador já estaria trabalhando nos bastidores com o empresário de Neymar, Wagner Ribeiro, a ida de Neymar para o Real. Ainda segundo palavras do diretor, o Santos desconhece qualquer contato formal entre os dois clubes.


O diretor avisou que qualquer clube que quiser Neymar terá de sentar para conversar com o Santos. Do contrário, entenderá como assédio e denunciará à Fifa, como já fez com a Inter de Milão em relação ao Paulo Henrique Ganso. O Santos não tem a intenção de vender nenhuma das estrelas.


Questionado sobre um real interesse, o diretor alertou que se algum time vier ao Brasil falar com o Santos terá de para pagar os 45 milhões de euros (cerca de R$ 100 milhões) da multa. Na visão do clube, será uma opção do jogador sair ou não, mas que a intenção é que o craque permaneça.

Jornal Midiamax