Geral

Jogador de hóquei deixa rinque de maca e passa a noite no hospital

A vitória do Montreal Canadiens sobre o Boston Bruins, por 4 a 1, na última terça-feira, foi marcada por uma cena de violência que assustou e revoltou os jogadores da equipe do Quebéc e os torcedores que assistiam à partida da NHL. Em uma disputa com Zdeno Chara, Max Pacioretty foi lançado contra o vidro […]

Arquivo Publicado em 09/03/2011, às 19h09

None
1661553221.jpg

A vitória do Montreal Canadiens sobre o Boston Bruins, por 4 a 1, na última terça-feira, foi marcada por uma cena de violência que assustou e revoltou os jogadores da equipe do Quebéc e os torcedores que assistiam à partida da NHL. Em uma disputa com Zdeno Chara, Max Pacioretty foi lançado contra o vidro de proteção e precisou ser retirado do rinque de maca para ser levado ao hospital.


O jogador do Bruins, de 2,06, disse que não teve intenção de machucar o adversário, apesar de reconhecer que a disputa pela posse do disco estava bastante próxima da lateral.


– Sabia que a gente estava perto do banco, mas não foi a minha intenção empurrá-lo contra o vidro. Não é o meu estilo. Sempre jogo duro, mas nunca tento machucar os outros – disse Chara.


A explicação, entretanto, não pareceu convencer os demais atletas dos Canadiens, que precisaram ser contidos para que não houvesse agressões. O técnico da equipe, Jacques Martin, pediu uma dura punição para coibir a violência no esporte.


– A Liga precisa lidar com essa situação. Não é a primeira vez. E parece estar cada vez pior. Foi uma pancada perigosa – disse.


Max Pacioretty manteve-se consciente após o incidente, mas passou a noite no hospital por precaução.

Jornal Midiamax