Geral

Japão lembra uma semana da catástrofe com um minuto de silêncio

Uma semana depois do pior terremoto seguido de tsunami e acidentes nucleares, o Japão fez hoje (18) às 14h46 (horário local ou 2h46 de Brasília) um minuto de silêncio. As autoridades japonesas informaram que, por enquanto, já são 6.539 mortos – número superior ao terremoto de Kobe, também no Japão, em 1995, que gerou 6.434 […]

Arquivo Publicado em 18/03/2011, às 09h48

None
2084565548.jpg

Uma semana depois do pior terremoto seguido de tsunami e acidentes nucleares, o Japão fez hoje (18) às 14h46 (horário local ou 2h46 de Brasília) um minuto de silêncio. As autoridades japonesas informaram que, por enquanto, já são 6.539 mortos – número superior ao terremoto de Kobe, também no Japão, em 1995, que gerou 6.434 mortos e 10.354 desaparecidos.

O terremoto de 9 graus na escala Richter, seguido por um tsunami com ondas de até 10 metros de altura, ainda gera efeitos no Japão em decorrência dos efeitos que levaram a acidentes nucleares – com vazamentos e explosões em usinas.

O Japão é um país com vários episódios trágicos. Um dos casos mais graves e responsável pelos números mais elevados de vítimas foi o terremoto de Kanto, em 1923, com magnitude de 7,9 graus, que fez 142.807 mortos e deixou desaparecidos em Tóquio e arredores.

Independemente dos números, o Japão relembrou hoje o terremoto. Na hora exata em que houve a catástrofe, centenas de desalojados, na sua maioria idosos, presentes em um abrigo na cidade de Yamada (prefeitura de Iwate), prestaram homenagem aos mortos.

Após um minuto de silêncio, os sobreviventes, embrulhados em cobertores por causa do frio, deram as mãos e fizeram uma oração.

Jornal Midiamax