Geral

Homem solta aves para escapar do flagrante, mas é autuado pela PMA

Policiais Militares Ambientais de Cassilândia realizaram fiscalização ambiental, iniciada na sexta-feira e concluída hoje, nas propriedades rurais da região. Ao chegarem na Fazenda Três Irmãos, no sábado (12) à tarde, perceberam que uma pessoa começou a soltar aves que estavam em gaiolas. Márcio Aparecido de Souza afirmou ser funcionário da fazenda. Ele conseguiu soltar três […]

Arquivo Publicado em 15/02/2011, às 00h06

None

Policiais Militares Ambientais de Cassilândia realizaram fiscalização ambiental, iniciada na sexta-feira e concluída hoje, nas propriedades rurais da região. Ao chegarem na Fazenda Três Irmãos, no sábado (12) à tarde, perceberam que uma pessoa começou a soltar aves que estavam em gaiolas. Márcio Aparecido de Souza afirmou ser funcionário da fazenda. Ele conseguiu soltar três canários-da-terra, porém, não houve tempo de realizar a soltura.


Márcio já foi autuado pela PMA por prática de ter em cativeiro animal silvestre sem autorização do órgão ambiental competente. Ele alegou que tentou soltar os pássaros ao avistar os policiais, por medo de ser multado, pois já fora autuado no ano de 2008 por policiais de Cassilândia e foi condenado por crime ambiental. O autuado informou ainda que cria e comercializa, porém, não possui qualquer tipo de documento.

A ave remanescente foi apreendida, bem como 12 gaiolas, uma armadilha e duas gaiolas de transporte de aves. Os policiais suspeitam que o elemento conseguiu soltar mais aves do que as três alegadas, devido à quantidade de gaiolas.


O autuado foi multado em R$ 500,00 por manter animais silvestres em cativeiro sem autorização ambiental. Ele também responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de 06 meses a 01 ano de detenção.

Jornal Midiamax