Geral

Homem se arrepende de criação ilegal e entrega 17 aves à PMA

Policiais Militares Ambientais de Bataguassu realizavam patrulhamento em Anaurilândia na tarde desta sexta-feira (21) e foram abordados na cidade por um homem que afirmou que criava aves silvestres há tempos, mas que não via mais sentido em tê-las presas e gostaria de entregá-las, mesmo que fosse autuado. Os policiais foram à residência do solicitante e recolheram 17 […]

Arquivo Publicado em 22/10/2011, às 15h32

None
173142504.jpg

Policiais Militares Ambientais de Bataguassu realizavam patrulhamento em Anaurilândia na tarde desta sexta-feira (21) e foram abordados na cidade por um homem que afirmou que criava aves silvestres há tempos, mas que não via mais sentido em tê-las presas e gostaria de entregá-las, mesmo que fosse autuado. Os policiais foram à residência do solicitante e recolheram 17 aves, sendo 06 canários; 02 sabiás; 01 papagaio-grego; 03 curiós; 02 pássaros-pretos; 02 bigodinhos e 01 patativa. 


As aves foram recolhidas e serão encaminhadas ao centro de reabilitação de animais silvestres em Campo Grande, para possivelmente serem devolvidos à natureza.


O criador não foi autuado porque a Lei de Crimes Ambientais permite que, em caso de devolução espontânea de animais silvestres que não constem da lista de espécie em extinção, a autoridade poderá deixar de aplicar a pena. O espírito da lei é que as pessoas não tenham animais silvestres em cativeiro, fato que diminui o esforço de retirada dos animais da natureza por traficantes.

Jornal Midiamax