Geral

Homem que permaneceu armado por uma hora no Palácio será encaminhado à PF

O homem que permaneceu armado com um revólver por cerca de uma hora na portaria do Palácio do Planalto na manhã de hoje (29) será encaminhado a uma delegacia da Polícia Federal, após ser interrogado por seguranças do Planalto. Maycon Kuster Pinheiro, de 31 anos, natural do Espírito Santo, chegou à portaria do Palácio do […]

Arquivo Publicado em 29/09/2011, às 15h05

None

O homem que permaneceu armado com um revólver por cerca de uma hora na portaria do Palácio do Planalto na manhã de hoje (29) será encaminhado a uma delegacia da Polícia Federal, após ser interrogado por seguranças do Planalto.

Maycon Kuster Pinheiro, de 31 anos, natural do Espírito Santo, chegou à portaria do Palácio do Planalto por volta das 9h40. Ele disse que queria entregar uma carta à presidenta Dilma Rousseff. O homem apontou a arma para o próprio pescoço por algumas vezes e, após negociação, entregou o revólver. Ele foi levado para a sala do setor de segurança, onde permanece até agora.

Durante a negociação, o homem entregou à imprensa a carta que trazia em mãos. O texto relata fatos sem nexo, como agressões que ele diz que sofreu da polícia a pedido de uma namorada em 2004 e 2006 e diz que esses policiais integram uma facção criminosa do Espírito Santo.

Jornal Midiamax