Geral

Fundos de ações emergentes atraem US$ 2,1 bilhões

Os fundos formados por ações de mercados emergentes registraram entrada de US$ 2,1 bilhões na semana encerrada em 9 de novembro, informou o Morgan Stanley com base em dados da EPFR Global. O montante é um pouco menor do que os US$ 3,5 bilhões atraídos na semana anterior. A China foi o país emergente que […]

Arquivo Publicado em 11/11/2011, às 14h13

None

Os fundos formados por ações de mercados emergentes registraram entrada de US$ 2,1 bilhões na semana encerrada em 9 de novembro, informou o Morgan Stanley com base em dados da EPFR Global. O montante é um pouco menor do que os US$ 3,5 bilhões atraídos na semana anterior.


A China foi o país emergente que recebeu o maior volume de recursos no período acima, em um total de US$ 750 milhões, seguida por Coreia do Sul, que atraiu US$ 180 milhões, e Taiwan, que recebeu US$ 160 milhões.


No ano, porém, houve saída de US$ 35,2 bilhões dos fundos de ações emergentes. Nesse período, o Brasil liderou a lista de países que mais perderam capital, com saída de US$ 7,7 bilhões. Os fundos dedicados a ações da China tiveram fluxo negativo de US$ 7,4 bilhões e os dedicados à Índia registraram saíde de US$ 4,9 bilhões.


Os fundos dedicados a ações de mercados desenvolvidos, por sua vez, tiveram entrada de US$ 6,2 bilhões na semana até 9 de novembro, com os Estados Unidos recebendo US$ 7,5 bilhões, enquanto Japão e França tiveram as maiores saídas de recursos, de US$ 400 milhões e US$ 300 milhões, respectivamente.


No ano, houve saída de US$ 62 bilhões dos fundos de mercados desenvolvidos. Os EUA perderam US$ 56 bilhões, enquanto Alemanha atraiu US$ 15 bilhões e Japão recebeu US$ 2 bilhões. O total de ativos sob administração de fundos dedicados a mercados emergentes somou US$ 657 bilhões na semana até 9 de novembro, 12% abaixo do recorde histórico de US$ 749 bilhões.

Jornal Midiamax