Geral

Funcionário é baleado durante assalto a supermercado em Campo Grande

Um funcionário de 20 anos, do supermercado Rede Econômica, localizado no cruzamento da rua Joaquim Murtinho com a Avenida Fernando Côrrea da Costa, em Campo Grande, foi baleado no pescoço durante um assalto no local. R.S.M, de 20 anos, está em estado grave na Santa Casa. Segundo informações da polícia, o açougueiro do supermercado, W.S.R, […]

Arquivo Publicado em 18/03/2011, às 13h10

None
168114971.jpg

Um funcionário de 20 anos, do supermercado Rede Econômica, localizado no cruzamento da rua Joaquim Murtinho com a Avenida Fernando Côrrea da Costa, em Campo Grande, foi baleado no pescoço durante um assalto no local. R.S.M, de 20 anos, está em estado grave na Santa Casa.

Segundo informações da polícia, o açougueiro do supermercado, W.S.R, de 21 anos, foi preso e confessou envolvimento no crime. De acordo com a polícia, os assaltantes chegaram em uma moto ao estabelecimento comercial.

Quando W.S.R. e outro funcionário do supermercado estava saindo do local, o assaltante que estava na garupa aproveitou e entrou no estabelecimento. De posse de uma arma, ele rendeu nove funcionários.

Uma funcionária, sob a ameaça da arma, levou o assaltante até a tesouraria. Lá, o ladrão encontrou R.S.M, de 20 anos, que estava ajudando uma funcionária a fechar o caixa. O ladrão agrediu a mulher com duas coronhadas e roubou uma pequena quantidade de dinheiro. Antes de fugir, o ladrão efetuou um disparo que atingiu o pescoço de R.S.M. Ele foi socorrido e levado pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para a Santa Casa.

Após o crime, o assaltante saiu do supermercado e fugiu com seu comparsa na garupa da moto. Depois do acontecido, W.S.R voltou ao supermercado para ver o que tinha acontecido. Os funcionários estranharam a atitude dele.  

A polícia conversou W.S.R. que confessou o crime e disse que quem atirou no funcionário era seu primo. Através de W.S.R, os assaltantes souberam como funcionava o supermercado e como roubá-lo. W.S.R também disse que uma mulher estava responsável por dividir o dinheiro. Ela e os outros dois assaltantes estão sendo procurados pelo crime.

W.S.R e as filmagens do circuito interno de segurança do supermercado foram levados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

Jornal Midiamax