Artesão vivia com a esposa e uma neta de cinco anos dentro do veículo, que foi totalmente destruído por um incêndio neste domingo. Ninguém se feriu, mas a família perdeu tudo.

A família do artesão Claudinei da Silva, de 47 anos, que teve o ônibus onde morava incendiado, está precisando de doações. Ele, a esposa Devanildes Rosa Cruz, e uma neta de cinco anos, moravam em um ônibus que ficava estacionado dentro do terreno da família na Rua Frei Caneca, no Jardim Noroeste.

Na tarde deste domingo (14), por volta de 12h, as crianças estavam assistindo televisão no quarto quando avisaram a nora de Claudinei que o aparelho havia parado de funcionar. Ela foi ao local, sentiu cheiro de fumaça e, quando olhou para fora, viu o ônibus em chamas. Claudinei estava em Aquidauana e as crianças iam brincar no ônibus após o almoço.

 

Vizinhos e parentes ainda tentaram apagar o fogo, mas o ônibus ficou completamente queimado e a família perdeu tudo. A fiação elétrica da casa era interligada com o ônibus, então a família acredita que o curto-circuito tenha provocado o incêndio.

 

Eles estavam construindo uma casa no terreno. “O ônibus era a minha casa, estávamos construindo uma no terreno e agora perdemos tudo”, lamenta Devanildes.

 

A família precisa de todo o tipo de ajuda, já que tudo foi incendiado. Uma das netas de Claudinei está somente com a roupa do corpo. Quem quiser ajudar pode ligar para (67) 9228-5545 e falar com Devanildes.