Geral

Famasul trabalha a criação de uma comissão permanente com produtores do Brasil e do Paraguai para combater aftosa

O presidente da Famasul, Eduardo Riedel, recebe na manhã desta terça-feira (18) produtores paraguaio para definir ações contra a aftosa na região de fronteira. Na segunda-feira (17), Eduardo Riedel esteve no país vizinho e conheceu os procedimentos que estão sendo realizados para o controle da aftosa. Segundo o presidente da Famasul, o Paraguai já abateu […]

Arquivo Publicado em 18/10/2011, às 11h32

None

O presidente da Famasul, Eduardo Riedel, recebe na manhã desta terça-feira (18) produtores paraguaio para definir ações contra a aftosa na região de fronteira.


Na segunda-feira (17), Eduardo Riedel esteve no país vizinho e conheceu os procedimentos que estão sendo realizados para o controle da aftosa.


Segundo o presidente da Famasul, o Paraguai já abateu mai de 800 cabeças na região do foco, fizeram as barreiras sanitárias e estão cumprindo todos os procedimentos necessários para evitar o contágio dos animais.


De acordo com Riedel, a reunião de ontem teve o objetivo construir um sistema de produção protegido da aftosa.


Com relação as ações do Estado, Riedel ressaltou que a campanha começa em novembro, mas o trabalho que o governo tem realizado em áreas específicas como assentamentos e aldeias indígenas é fundamental.


Riedel destacou que na reunião de hoje está sendo definida uma ação proativa entre os dois países, com a formação de uma comissão permanente privada, com uma agenda de trabalho, também permanente.

Jornal Midiamax