Geral

Falta de produtos de higiene impede cirurgia em paciente do interior em Campo Grande

A dona de casa Zeli Cristina Alves Ferreira, 47, moradora de Paranaíba, a 413 km de Campo Grande, vive um drama nos corredores da Santa Casa desde que seu marido, Júlio Berto da Silva, também de 47, veio para capital após sofrer um acidente no dia 13 de fevereiro. De acordo com Zeli, o médico responsável marcou […]

Arquivo Publicado em 18/03/2011, às 19h27

None
444355401.jpg

A dona de casa Zeli Cristina Alves Ferreira, 47, moradora de Paranaíba, a 413 km de Campo Grande, vive um drama nos corredores da Santa Casa desde que seu marido, Júlio Berto da Silva, também de 47, veio para capital após sofrer um acidente no dia 13 de fevereiro.

De acordo com Zeli, o médico responsável marcou cinco vezes a cirurgia de seu esposo, mas devido à falta de produtos higiênicos, o paciente não pode ser levado à sala de operação.

Júlio transitava por uma das ruas da cidade, quando foi atingido por uma moto. A vítima chegou a Santa Casa na manhã do dia 14 de fevereiro, onde ficou no CTI (Centro de Terapia Intensiva) até a noite desta quinta-feira (17).

Devido ao acidente, Júlio sofreu traumatismo craniano, deslocamento de pescoço e outros ferimentos. “Meu marido está em uma sala que não tem enfermeira, os curativos dele nem foram trocados desde que saiu do CTI. Ele está com um ferimento em uma das nádegas horrível e sou eu que estou fazendo a limpeza”, conta chorando.

A dona-de-casa, que não tem família em Campo Grande, conta que até a manhã desta sexta, além do ferimento, o marido estava sujo de fezes. “Eu tive que comprar um colchão d’água e um ventilador. Não tem nem uma cadeira para os acompanhantes sentarem”, desabafa.

A assessoria de imprensa da Santa Casa disse que encaminharia as informações sobre o caso para a Diretoria do Hospital e somente depois teria uma posição oficial sobre a situação do paciente.

Jornal Midiamax