O município de Dourados ainda mantém 2% dos 102.012 km², de Mata Atlântica existente hoje no Brasil. São 42 hectares presentes na Fazenda Coqueiro, localizada a cinco quilômetros da Cidade Universitária. Esses conhecimentos são repassados durante a Exposição SOS Mata Atlântica, promovida pela Fundação SOS Mata Atlântica, que termina hoje.

A Mata Atlântica é rica em espécies nativas como, cedro, bálsamo, ipê, peroba, aroeira, erva mate, entre outras. Dados do Governo mostram que a vegetação já chegou a ocupar 31 mil quilômetros quadrados no Estado. O desaparecimento da Mata Atlântica no Estado ocorreu na década de 70, com a expansão da cultura do soja influenciada pela Colônia Agrícola Nacional em Dourados (Cand).

A Mata Atlântica é um bioma presente na maior parte no território brasileiro, abrangendo ainda parte do do Paraguai e da Argentina. As florestas atlânticas são ecossistemas que apresentam árvores com folhas largas e perenes. Abriga espécies que atingem de 20 a 30 metros de altura.

Foi a segunda maior floresta tropical em importância na América do Sul, em especial no Brasil. Acompanhava toda a linha do litoral brasileiro do norte do Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte. Nas regiões Sul e Sudeste brasileiras, a Mata Atlântica chegava até a Argentina e o Paraguai.

Em função do desmatamento, principalmente a partir do século 20, encontra-se, hoje, extremamente reduzida, sendo uma das florestas tropicais mais ameaçadas do planeta.

Exposição

Dourados é a única cidade do Centro-Oeste que recebeu a exposição, segundo a bióloga e educadora ambiental do Instituto do Meio Ambiente (Imam) Helaine Nonato Camilo. Neste novo ciclo, o projeto passará por 43 cidades das regiões sul, sudeste e centro-oeste. Depois de Dourados, o caminhão seguirá para Londrina (PR).

“Em Dourados ainda existe uma pequena parte da Mata Atlântica que para muitas pessoas é desconhecida. A exposição mostra onde começa e onde termina e os benefícios que a mata traz à população e ao meio ambiente”, destacou a bióloga. Ela lembra que a última vez que a exposição esteve em Dourados foi em 2009.

Entre as atrações acontecem oficinas, exposições, jogos educativos, palestras, análise de água e exibições de filmes.

A equipe do SOS Mata Atlântica segue uma programação durante toda a semana. Neste domingo, às 10h, serão exibidas novas sessões do CineMata.

Há ainda diversas outras atividades que acontecem a qualquer hora do dia. Entre elas estão Mini Biblioteca para consultas, oficinas de desenhos e de pintura de máscaras, a brincadeira Caminho das Águas, Jogo da Cidadania, Jogo da Memória, Quebra-Cabeças Ambiental e o Mapa Interativo.