Geral

Exército de Israel impõe bloqueio à Cisjordânia

O Exército israelense impôs um estrito bloqueio à Cisjordânia, entre 24h00 de sábado (09h00 de Brasília) e 00h00 de segunda-feira, para evitar atos de violência devido a comemoração da “Nakba” (catástrofe), que lembra à criação do Estado de Israel, em maio de 1948, e a êxodo dos palestinos.Uma série de manifestações foram anunciadas para este […]

Arquivo Publicado em 14/05/2011, às 22h07

None

O Exército israelense impôs um estrito bloqueio à Cisjordânia, entre 24h00 de sábado (09h00 de Brasília) e 00h00 de segunda-feira, para evitar atos de violência devido a comemoração da “Nakba” (catástrofe), que lembra à criação do Estado de Israel, em maio de 1948, e a êxodo dos palestinos.
Uma série de manifestações foram anunciadas para este domingo na Cisjordânia, na Faixa de Gaza e em Israel. Por isso, durante as 24 horas de bloqueio os palestinos não serão autorizados a ir a Israel, “exceto em casos humanitários e para as pessoas que solicitarem tratamento médico”, disse um porta-voz militar israelense.


O adolescente palestino ferido em Jerusalém na sexta-feira durante protestos pela Nakba morreu neste sábado, informou a família da vítima.


Milad Said Ayache, 16 anos, foi atingido por um tiro, segundo o Crescente Vermelho (a Cruz Vermelha nos países islâmicos), que também informou outros oito feridos nos incidentes.


“Ele morreu depois de ter sido ferido no abdome, agora vamos sepultá-lo”, declarou Maher Ayache, tio da vítima. Outro parente afirmou que Milad foi ferido por um colono judeu no bairro de Silwan.


As manifestações, que iniciavam as cerimônias que recordam a Nakba, foram marcadas por incidentes em Jerusalém Oriental e na Cisjordânia. Em Jerusalém, pelo menos 10 palestinos foram feridos em confrontos com as forças israelenses.


Em um comunicado, a polícia informou que três manifestantes e três oficiais ficaram levemente feridos.


Durante a guerra de 1948, mais de 760.000 palestinos foram obrigados ao êxodo pelo avanço das forças judaicas, que os expulasaram de suas casas.

Jornal Midiamax