Geral

Ex-técnico de Portugal ganha força para comandar o Vasco

Após pífio começo de Taça Guanabara, o Vasco decidiu demitir o técnico PC Gusmão na última sexta-feira (28). Objetivando causar impacto, o nome do moçambicano Carlos Queiroz, que dirigiu a seleção portuguesa na Copa do Mundo da África do Sul, ganha força na Colina. O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, deu pistas importantes sobre o […]

Arquivo Publicado em 30/01/2011, às 01h34

None

Após pífio começo de Taça Guanabara, o Vasco decidiu demitir o técnico PC Gusmão na última sexta-feira (28). Objetivando causar impacto, o nome do moçambicano Carlos Queiroz, que dirigiu a seleção portuguesa na Copa do Mundo da África do Sul, ganha força na Colina.


O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, deu pistas importantes sobre o sucessor do cargo na última sexta-feira.


– É um nome que tem uma ligação com o Vasco, mas que nunca trabalhou aqui. É um treinador de peso, que nós estávamos precisando para dar uma sacudida.


Queiroz, além da seleção lusa, trabalhou no Sporting Lisboa, Real Madrid e foi assistente de Alex Ferguson no Manchester United. Ainda de acordo com o mandatário do clube carioca, a confirmação sairá antes do clássico contra o Flamengo, marcado para o domingo (30), às 19h30 (de Brasília).


Na África do Sul, Queiroz ganhou destaque ao trocar farpas com o luso-brasileiro Deco. O entrevero teve início na partida contra a Costa do Marfim, ainda pela fase de grupos, quando o comandante substituiu o meia, atualmente no Fluminense, no início do segundo tempo.


A substituição precoce gerou o descontentamento do meia, que não aliviou as críticas ao treinador. Após o Mundial, ambos trocaram insultos via imprensa.


Caso assine com o Cruz-maltino, Queiroz terá de resolver pendências fundamentais. Cotados para serem os líderes do time em 2011, Felipe e Carlos Alberto decepcionaram – o segundo teria até discutido com Dinamite -, foram afastados da equipe e desconhecem seu futuro no clube.

Jornal Midiamax