Liberados após cumprirem suspensão de dois anos por terem sido pegos no caso de doping coletivo da equipe Rede Atletismo, os atletas Lucimara Silvestre e Bruno Lins iniciaram a volta por cima durante o Troféu Brasil de atletismo, que será realizado até domingo (6) em São Paulo.

Enquanto Lucimara venceu a prova de heptatlo com 6074 pontos, Bruno garantiu neste sábado (6) índice para o Mundial de Daegu, no fim deste mês, ao vencer a prova dos 200 m com 20s16. Trata-se do novo recorde da competição – a marca anterior, 20s32, havia sido feita por Robson Caetano em 1989.

Ambos homenagearam o antigo técnico deles, Jayme Netto, banido do atletismo devido ao escândalo de doping. Lucimara, inclusive, ressaltou a importância do treinador em sua vida após conquistar o ouro nesta sexta (5):

– Tive vontade de parar, mas recebi muito apoio do André Domingos, meu grande incentivador, e do Jayme Netto. Ele falava que eu não era, mas ainda sou uma grande atleta. Por isso que eu dedico essa vitória ao Jayme, eu competi aqui no Troféu Brasil por ele Estou treinando com o Dino Cintra, mas o Jayme sempre vai ser meu treinador, meu pai, meu irmão, meu tudo. Só tenho coisas boas para falar dele.

Presente ao estádio Ícaro de Castro Mello na manhã deste sábado (6), Lucimara veio correndo na direção de Bruno com o telefone celular em punho. Do outro lado da linha, Jayme Netto, para quem a heptatleta dedicou a medalha de ouro de sexta-feira.

O atleta mostrou perplexidade com o feito que havia acabado de conquistar na pista:

– O que é isso, gente? Não tenho nem o que falar, estou abismado. Valeu mesmo? Não teve vento? Robson seu recorde é meu! Meu nome como recordista, não acredito. Me acorda que eu estou sonhando.

Com o índice para os 200m rasos no Mundial de Daegu, Bruno Lins também classifica o revezamento 4x100m do Brasil para o evento. Sem nenhuma equipe nacional com o índice, o país se garantiu na competição ao ter seu segundo atleta classificado em provas individuais. Nilson André já estava garantido nos 100m rasos e Sandro Viana, na mesma bateria de Bruno neste sábado (6), também obteve o índice para os 200m.