Geral

EUA pedem fim imediato da violência no Iêmen

Os Estados Unidos pediram neste sábado ao Iêmen o fim “imediato” da violência e o início da transição para a democracia, ao final de uma semana de confrontos que deixaram mais de 200 mortos no país. “Solicitamos a todas as partes que cessem a violência e exerçam a máxima moderação”, disse a porta-voz do departamento […]

Arquivo Publicado em 25/09/2011, às 00h26

None

Os Estados Unidos pediram neste sábado ao Iêmen o fim “imediato” da violência e o início da transição para a democracia, ao final de uma semana de confrontos que deixaram mais de 200 mortos no país.


“Solicitamos a todas as partes que cessem a violência e exerçam a máxima moderação”, disse a porta-voz do departamento de Estado, Victoria Nuland, expressando sua “profunda preocupação” com a violência no Iêmen.


“O governo do Iêmen deve atender imediatamente as aspirações democráticas de seu povo”.


Neste sábado, os confrontos em Sanaa deixaram dezenas de mortos, um dia após o regresso do presidente Ali Abdullah Saleh ao país.


Segundo o comitê organizador dos protestos contra Saleh, ao menos 40 pessoas morreram hoje em Sanaa, onde partidários e opositores do presidente se enfrentaram nas ruas.


Saleh retornou a Sanaa após três meses na Arábia Saudita, onde foi hospitalizado no dia 3 de junho devido a um atentado contra o Palácio Presidencial.

Jornal Midiamax