Geral

Estudo revela que 9 entre 10 pessoas escutam música em volume excessivo

Milhões de passageiros estão correndo risco de danos auditivos, por ouvir músicas em volume muito alto. Pesquisadores da Michigan University, nos EUA, descobriram que o ruído de MP3 players superou os produzidos por fábricas em relação ao perigo para a audição. As informações são do Daily Mail. Especialistas em saúde ocupacional levantaram que nove em […]

Arquivo Publicado em 28/12/2011, às 17h29

None

Milhões de passageiros estão correndo risco de danos auditivos, por ouvir músicas em volume muito alto. Pesquisadores da Michigan University, nos EUA, descobriram que o ruído de MP3 players superou os produzidos por fábricas em relação ao perigo para a audição. As informações são do Daily Mail.


Especialistas em saúde ocupacional levantaram que nove em cada 10 pessoas que utilizam transporte público foram expostas a ruídos excessivos por ouvir música alta usando fones de ouvido. Isso acontece pois os fones baratos não tem a vedação adequada para bloquear o som ambiente, o que faz com que a pessoa aumente o volume do MP3 para cobrir outros ruídos.


O professor Rick Neitzel, co-autor do estudo, disse que duas em cada três pessoas obtêm a maioria da exposição ao ruído da música. “Eu sempre via o trabalho como um risco principal para a exposição”, afirmou ele.


Os pesquisadores analisaram a exposição ao ruído entre 4.500 nova-iorquinos que utilizaram os transportes públicos e MP3 player. Eles descobriram que a média de Nova York é que os usuários passem cerca de 380 horas em ônibus e trens, expostos a níveis de ruído médio de 72-81 decibéis.
Para efeito de comparação, o nível da fala é de 60 decibéis, uma esquina movimentada é 80, uma serra circular é de 90, um bebê chorando 115. O limiar para a dor é de cerca de 125, e até mesmo uma breve exposição de uma só vez acima desse nível pode causar perda permanente da audição.

Jornal Midiamax