Geral

Enem: candidatos reclamam dos textos longos no primeiro dia de provas

Na saída das instituições de ensino, em Campo Grande, candidatos opinaram sobre o grau de dificuldade da avaliação de hoje, que contou com 90 questões. Preocupaçào agora é com a prova de redação, neste domingo.

Arquivo Publicado em 22/10/2011, às 20h00

None
864959333.jpg

Na saída das instituições de ensino, em Campo Grande, candidatos opinaram sobre o grau de dificuldade da avaliação de hoje, que contou com 90 questões. Preocupaçào agora é com a prova de redação, neste domingo.

Terminou agora pouco em todo o Brasil o primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Neste ano, em Mato Grosso do sul, estão inscritas aproximadamente 122 mil pessoas. Na saída das instituições de ensino, em Campo Grande, candidatos opinaram sobre o grau de dificuldade da avaliação de hoje, que contou com 90 questões.

“Achei muito cansativa, principalmente a parte de Ciências Humanas. Com textos muito longos, você acaba perdendo tempo demais para responder outras questões”, opinou Cristian Marcos Zanardi, 17 anos, que estava na saída da Escola Estadual Hércules Maymone.

Esta é a segunda vez que Zanardi faz a prova. O jovem, que pretende seguir a carreira de educação física, participou como trainee no ano passado e acha que a experiência ajudou principalmente para administrar melhor o tempo de cada resposta. “No geral, acho que fui bem sim. Agora vamos nos preparar pra amanhã (domingo)”.

Também concorrendo pela segunda vez, Daiane Centurion dos Santos comentou que, na classe dela, não foi registrado nenhum incidente, especialmente em relação ao caderno de respostas, sem problemas. Para a jovem, que pretende conquistar uma vaga nas áreas de Fisioterapia ou Ciências Biológicas, no quesito dificuldade, a prova foi razovável. “No ano passado, estava mais fácil. A parte de cálculo estava muito complicada agora, como física, por exemplo”.

Além disso, Daiane foi outra que reclamou sobre o tamanho dos textos na área de Ciências Humanas. “Muito grande, a gente lê, lê… mas quando chega lá no finalzinho pra responder a questão, acaba confundindo tudo”.

Mais opiniões

Grande movimento foi registrado em frente à Universidade Uniderp/ Anhanguera, na rua Ceará, por volta das 16hs deste sábado, onde ouvimos Katiussa Ricardo de Souza, de 17 anos. Um pouco nervosa por ser a primeira participação no Enem, na opinião dela, as perguntas mais difíceis eram de Química. “Nossa, tava complicado demais. Tinha que quebrar a cabeça mesmo pra resolver”.

A candidata a uma vaga em curso de veterinária, igualmente aos demais entrevistados, criticou o tamanho dos textos. “Fiquei até com dor de cabeça de tanto ler”, comentou Katiussa Ricardo de Souza.

“Acho que tive bom desempenho. Algumas perguntas mais complexas, mas no geral, dava pra responder sim”, esse é o resumo de Lauro Leandro da Silva. O rapaz, de 23 anos, quer ser publicitário e a preocupação dele, na verdade, é com a avaliação de amanhã. “O bicho pega porque tem matemática e ainda a redação. Tem que ver qual o tema pra saber se a gente vai escrever bem, já que bastante peso na nota final”.

As provas neste domingo

Neste domingo (23), O Exame terá quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma redação. Serão realizadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias. As provas terão cinco horas e meia de duração.

Lembrando que é obrigatória a apresentação de documento de identificação original com foto e que, em Mato Grosso do Sul, os portões se abrem às 11hs e fecham às 12hs (meio dia).

Em todo o Brasil, 5,4 milhões de pessoas devem prestar o Exame Nacional do Ensino Médio. Lembrando que quase todas as universidades federais vão utilizar as notas do Enem para selecionar os alunos que ocuparão as vagas oferecidas para o primeiro semestre de 2012. A adesão à prova cresce a cada ano, mas a forma como cada instituição aproveita o resultado do Enem ainda é variável. No primeiro semestre de 2010, 83 instituições participaram do sistema, com 83 mil vagas disponíveis.

Jornal Midiamax