Geral

Em Campo Grande, seis autoescolas continuam irregulares e não podem marcar exames

No início de junho, o Midiamax fez uma reportagem sobre as autoescolas de Campo Grande que não se adequaram à resolução 358 de agosto de 2010 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e estavam com alvará vencido, na época eram 15 empresas irregulares. Dezoito dias depois, apenas seis ainda não se adequaram. De acordo com […]

Arquivo Publicado em 21/06/2011, às 15h39

None

No início de junho, o Midiamax fez uma reportagem sobre as autoescolas de Campo Grande que não se adequaram à resolução 358 de agosto de 2010 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e estavam com alvará vencido, na época eram 15 empresas irregulares. Dezoito dias depois, apenas seis ainda não se adequaram.

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito do Mato Grosso do Sul (Detran), as autoescolas CFC Polícia Rodoviária Federal, Dom Aquino, Grand Prix – Aero Rancho, Grand Prix Rui Barboza, Pole Position e Tokyo Motor Drive ainda estão com alvará vencido.

Enquanto as autoescolas permanecerem irregulares elas não podem marcar nenhum exame junto ao Detran, dessa forma os alunos ficam impedidos de continuar o processo para expedição da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Porém, ao tempo em que se adéquam a resolução voltam a serem habilitadas.

O Detran-MS explica que o processo que o alunos já fez fica registrado no órgão e que o cliente tem o direito de mudar de autoescola sem ter que refazer as provas. Porém o problema está no pagamento das taxas, que geralmente são pagas no início do processo e se o cliente resolver trocar terá que pagar novamente.

Uma das empresas que estavam irregulares no começo de junho, a Autoescola Aliança entrou em contato com a redação para informar que regularizou a situação junto ao Detran-MS. A responsável pelo Centro de Formação de Condutores explicou que havia mudado de prédio e não cumpriu o prazo, 31 de maio, porque aguardava o alvará de funcionamento expedido pela Prefeitura Municipal e ainda o alvará de vistoria do Corpo de Bombeiros.

Jornal Midiamax