Geral

Dourados: Contribuinte precisa de nova guia para IPTU com desconto

Contribuintes douradenses que ainda não pagaram o IPTU 2011 têm até o dia 10 deste mês para quitar o tributo à vista em parcela única e aproveitar os descontos que variam de 10% a 20%. Entretanto, para fazer o pagamento o contribuinte precisa imprimir o boleto através da página da prefeitura na internet (www.dourados.ms.gov.br) ou […]

Arquivo Publicado em 02/03/2011, às 19h59

None

Contribuintes douradenses que ainda não pagaram o IPTU 2011 têm até o dia 10 deste mês para quitar o tributo à vista em parcela única e aproveitar os descontos que variam de 10% a 20%. Entretanto, para fazer o pagamento o contribuinte precisa imprimir o boleto através da página da prefeitura na internet (www.dourados.ms.gov.br) ou procurar o setor de IPTU, que funciona no CAM (Centro Administrativo Municipal), na Rua Coronel Ponciano, 1.700, e solicitar a guia para pagamento à vista.

O setor de IPTU explica que o carnê distribuído no início do ano não serve para fazer o pagamento à vista com desconto até o dia 10 deste mês, pois o documento tem como data de vencimento o dia 10 de fevereiro.

Essa foi a data de vencimento estipulada pela administração anterior, mas após a eleição de 6 de fevereiro, o prefeito Murilo Zauith foi procurado por representantes do comércio, que solicitaram a prorrogação do prazo em decorrência da queda nas vendas em janeiro e fevereiro devido às chuvas.

O prefeito atendeu ao pedido e estendeu o benefício a todos os contribuintes e na semana passada assinou o decreto prorrogando o vencimento do IPTU para 10 de março.

O contribuinte que quitar o IPTU à vista até o dia 10 e que não possui nenhum outro débito com o município terá desconto de 20%. Já os que têm débito em parcelamento e estão com o recolhimento em dia terão desconto de 15%. Aqueles que possuem débito não negociado terão 10% de desconto.

Os contribuintes que optaram pelo pagamento parcelado e já recolheram a primeira parcela poderão continuar pagando o imposto através do carnê original. O prazo para pagamento parcelado não foi alterado e vale a data definida no carnê.

Jornal Midiamax