Geral

Douradense não liga para críticas e fala em ser titular do Santos

Na véspera da estreia do Santos na Taça Libertadores, o douradense Keirrison admite: à medida que a hora do jogo contra o Deportivo Táchira-VEN se aproxima, o friozinho na barriga aumenta. Nada, porém, que tire sua concentração. O jogador ainda não conseguiu repetir no Peixe as boas atuações que mostrou no Coritiba e no Palmeiras, […]

Arquivo Publicado em 14/02/2011, às 23h10

None

Na véspera da estreia do Santos na Taça Libertadores, o douradense Keirrison admite: à medida que a hora do jogo contra o Deportivo Táchira-VEN se aproxima, o friozinho na barriga aumenta. Nada, porém, que tire sua concentração. O jogador ainda não conseguiu repetir no Peixe as boas atuações que mostrou no Coritiba e no Palmeiras, entre 2008 e 2009. Foi tão bem nesses clubes que acabou contratado pelo poderoso Barcelona. Vem sendo criticado por analistas, questionado por torcedores. Ainda assim, está inscrito na competição continental com a camisa 9 e espera iniciar como titular.


Keirrison não mostra nenhum sinal de chateação com os questionamentos. Afirma que tem procurado fazer o seu trabalho, diz que cumpre as determinações do técnico Adilson Batista e garante que as críticas não o incomodam.


– Estou tranquilo com relação a isso, só estou procurando trabalhar e estar sempre à disposição – afirmou o jogador.


O jogador afirma que Adilson Batista ainda não comunicou aos jogadores quem iniciará a partida contra o Táchira. Ele tem esperança de estar entre os 11.


– Estou trabalhando para isso. Vai chegando o momento da partida e dá um friozinho na barriga. Mas é algo normal, que passa quando a bola começa a rolar. Todos sabemos da importância da Taça Libertadores. O elenco está consciente de que se trata de uma competição especial. Todos estão focados, a torcida está junto conosco. Estamos preparados para entrar em campo e fazer o melhor.


Deportivo Táchira e Santos estão no Grupo 5 da Taça Libertadores e estreiam nesta terça-feira, às 22h45m (horário de Brasília, 20h15m no horário local), no estádio Polideportivo Pueblo Nuevo, em San Cristóbal, Venezuela.

Jornal Midiamax