Dilma participa de troca da guarda do Palácio do Planalto

A presidenta Dilma Rousseff participou nesta quarta-feria (7) da cerimônia de troca da Guarda do Palácio do Planalto pela primeira vez em seu mandato. Ela permaneceu no alto da Rampa do Planalto, acompanhada dos ministros da Defesa, Celso Amorim, da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, do comandante da Guarda do Palácio do Planalto, […]
| 07/12/2011
- 22:38
Dilma participa de troca da guarda do Palácio do Planalto

A presidenta Dilma Rousseff participou nesta quarta-feria (7) da cerimônia de troca da Guarda do Palácio do Planalto pela primeira vez em seu mandato. Ela permaneceu no alto da Rampa do Planalto, acompanhada dos ministros da Defesa, Celso Amorim, da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, do comandante da Guarda do Palácio do Planalto, Araken de Albuquerque, do comandante do Exército, general Enzo Peri, e do chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general José Elito.

A troca da guarda ocorre de seis em seis meses, mas a cerimônia, na Rampa do Planalto, havia sido suspensa desde 2003, por questão de agenda da Presidência da República. Hoje, o Batalhão da Guarda Presidencial foi substituído na função de dar segurança às instalações do Palácio do Planalto pelo Regimento de Cavalaria de Guardas, os chamados Dragões da Independência. Os dois batalhões se revezam na função.

Duas turmas do 4º ano da Escola Classe do bairro Núcleo Bandeirantes foram convidadas pela Presidência da República para participar da cerimônia. De acordo com a pedagoga Maria Augusta Ferreira, o convite foi uma oportunidade de os alunos poderem presenciar o que aprendem na escola. “Eles estão aprendendo nesse ano exatamente a divisão dos Poderes da República e esse convite veio coroar todo um trabalho feito em sala de aula”.

A professora Carla Muniz, disse que muitas crianças, mesmo morando em Brasília, só conheciam a Praça dos Três Poderes por meio de fotos. “Ao chegarem aqui, foram identificando, emocionados, o Congresso, o Supremo e o Palácio do Planalto”.

Veja também

A página foi criada para dar mais transparência sobre publicidade eleitoral exibida por meio de todas as plataformas da empresa

Últimas notícias