Geral

Dilma inclui quatro países em sua agenda internacional

Determinada a dar prioridade aos países da América do Sul, a presidenta Dilma Rousseff tem viagens a partir da próxima semana para o Paraguai, a Venezuela e, por fim, o Peru. Em setembro, Dilma pretende ir à reunião da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Washington, nos Estados Unidos. Em pauta, a […]

Arquivo Publicado em 21/06/2011, às 16h16

None

Determinada a dar prioridade aos países da América do Sul, a presidenta Dilma Rousseff tem viagens a partir da próxima semana para o Paraguai, a Venezuela e, por fim, o Peru. Em setembro, Dilma pretende ir à reunião da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Washington, nos Estados Unidos. Em pauta, a presidenta deve destacar as ações de combate à fome e erradicação à miséria, assim como a defesa dos direitos humanos.

No próximo dia 29, Dilma estará em Assunção, no Paraguai, para a Cúpula dos Presidentes do Mercosul. Diplomatas que acompanham as negociações envolvendo o bloco econômico informaram que no comunicado final, emitido em nome do Mercosul, os presidentes – do Brasil, da Argentina e do Uruguai – deverão mencionar a cooperação para estimular ações comuns nos setores do comércio e de inclusão social.

A visita à Venezuela deve durar dois dias – 5 e 6 de julho. Dilma irá a Caracas retribuindo a visita que o presidente venezuelano, Hugo Chávez, fez a Brasília no último dia 6. Em seguida, a presidenta participará das reuniões da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), que engloba o Brasil e mais 11 países, e da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), formada por 33 nações.

No dia 28 de julho, Dilma estará em Lima, conforme acertou com o presidente eleito do Peru, Ollanta Humala. O nacionalista foi eleito presidente em uma votação apertada, na qual venceu Keiko Fujimori, filha do ex-presidente peruano Alberto Fujimori (1990-2000). Humala escolheu o Brasil para ser o primeiro país visitado por ele e alegou que fez a opção por considerar o país modelo de desenvolvimento econômico com inclusão social.

Paralelamente, a assessoria de Dilma tenta encontrar espaço na agenda dela para incluir viagens no Brasil. Hoje a presidenta participa da premiação dos vencedores da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Na ocasião, serão entregues prêmios a 509 estudantes.

Há, ainda, a possibilidade de a presidenta ir a uma das tradicionais festas juninas no Nordeste, em uma cidade que ainda não foi definida. No próximo dia 27, Dilma participa de um evento no Rio de Janeiro em homenagem aos 60 anos do jornal O Dia. Depois, no dia 28, ela estará na cerimônia de premiação dos veículos ligados ao grupo Estado de S. Paulo, em São Paulo.

Jornal Midiamax