Geral

Dilma destaca genialidade de Sócrates nos gramados e atuação em defesa da democracia

A presidenta Dilma Rousseff disse neste domingo (4) que o ex-jogador Sócrates foi um gênio do futebol e campeão em cidadania. Em nota, divulgada no site da Presidência da República, a presidenta afirmou que o Brasil “perde um de seus filhos mais queridos, o doutor Sócrates”. “Nos campos, com seu talento e seus toques sofisticados, foi um […]

Arquivo Publicado em 04/12/2011, às 14h57

None

A presidenta Dilma Rousseff disse neste domingo (4) que o ex-jogador Sócrates foi um gênio do futebol e campeão em cidadania. Em nota, divulgada no site da Presidência da República, a presidenta afirmou que o Brasil “perde um de seus filhos mais queridos, o doutor Sócrates”.

“Nos campos, com seu talento e seus toques sofisticados, foi um gênio do futebol, a ponto de ser considerado o melhor jogador sul-americano de 1983, e ser escolhido pela Fifa [Federação Internacional de Futebol], em 2004, como um dos 125 melhores jogadores vivos da história. Como jogador do Corinthians, deu muitas alegrias à torcida”, lembrou a presidenta.


Na nota, Dilma Rousseff diz ainda que, além de ter sido ídolo do futebol, Sócrates foi um campeão da cidadania. “Fora dos campos, nunca se omitiu. Foi um brasileiro atuante politicamente, preocupado com o seu povo e o seu país. Procurando o bem-estar de seus companheiros, ajudou a implantar um sistema democrático no clube em que atuava [no caso, o Corinthians, com a Democracia Corinthiana]. Participou também ativamente da campanha pelas Diretas Já! e de outros momentos importantes da redemocratização do país.”


“Lamento a perda de um grande brasileiro e envio meu abraço solidário a seus parentes, amigos e admiradores”, concluiu a presidenta.


Sócrates tinha 57 anos e era pai de seis filhos. O ex-jogador morreu às 4h30 da madrugada de hoje (4), em consequência de um choque séptico, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Jornal Midiamax