Dicas importantes para acertar em todas as etapas do risoto

Risoto imperfeito é risoto incomível. Um tipo de comida sensível, que requer muitos cuidados. O arroz ideal, o acompanhamento que combina e o caldo de base – a parte mais importante de um risoto. E no fim, o ponto, a textura
| 05/12/2011
- 18:25
Dicas importantes para acertar em todas as etapas do risoto

Risoto imperfeito é risoto incomível. Um tipo de comida sensível, que requer muitos cuidados. O arroz ideal, o acompanhamento que combina e o caldo de base – a parte mais importante de um risoto. E no fim, o ponto, a textura

Você faz bem feito? Presta atenção nas coisas que executa, tem carinho pelo que faz e se esforça em fazer sempre o melhor? E em que horas se comporta assim? No trabalho ou nos estudos? Nas relações pessoais? Ou na cozinha?
 
É muito saudável apreciar as imperfeições, mas é bem bom encontrar coisas perfeitas. Aquelas, feitas com cuidado e atenção aos detalhes. Comidas perfeitas então, são o céu. E em alguns casos, a perfeição é essencial, como no risoto.
 
Risoto imperfeito é risoto incomível. Um tipo de comida sensível, que requer muitos cuidados. O arroz ideal, o acompanhamento que combina e o caldo de base – a parte mais importante de um risoto. E no fim, o ponto, a textura.
 
Risoto precisa de caldo de verdade, fresco. Não aceita pós, caixinhas, corantes e aromatizantes. De jeito nenhum. Por isso, um risoto que fica fácil de fazer é o de camarão. Você compra os camarões e já guarda as cascas. Delas, faz o caldo e em seguida segue para o risoto, que com todo esse cuidado e carinho, há de ficar o mais perfeito de todos.
 
Risoto de camarão e alho poró com kinkan
 
para o caldo
. cascas dos camarões
. uma cebola em pedaços
. uma cenoura em pedaços
. um talo de aipo em pedaços
 
Coloque tudo em uma panela, cubra com água e deixe em fogo baixo por uns 40 minutos. Use ainda quente.
 
para a kinkan em calda
. 1 xícara de açúcar
. 1 xícara de água
. 1 a 2 xícaras de laranjinhas kinkan
 
Leve ao fogo e cozinhe em fogo baixo até as kinkans ficarem macias. Guarde em geladeira. Dura um tempão e fica ótimo com sorvete também.
 
para o risoto de camarões
. 250g de arroz para risoto (arbório, carnaroli, vialone…)
. 1 xícara de alho poró fatiado em anéis
. 1 colher de sopa de manteiga
. 1 xícara de vinho branco
. 500g de camarões limpos
. caldo caseiro de camarão, quanto baste
. sal e pimenta branca
 
Fogo sempre médio. Derreta em uma panela a manteiga e acrescente o alho poró. Mexa brevemente e junte o arroz, deixando fritar por alguns segundos com o alho poró e a manteiga. Despeje o vinho e mexa bem. Conforme o vinho evaporar, complete o nível de líquido da panela com o caldo, mexendo sempre. Repita a operação até o final do cozimento, sempre mexendo o risoto e completando com o caldo, sem deixar encharcar. Quando estiver al dente, junte os camarões e cozinhe só até midarem de cor. Ajuste o tempero e fim. Sirva acompanhado da calda de kinkan. E de vinho branco.

Veja também

A página foi criada para dar mais transparência sobre publicidade eleitoral exibida por meio de todas as plataformas da empresa

Últimas notícias