Geral

Desfile da economia solidária chama a atenção do público em Dourados

Na programação dos 76 anos de Dourados, um dos eventos que chamaram a atenção do público que tem acompanhado a agenda desde o dia 1º, na Praça Antonio João, foi o desfile PirêVest, da Economia Solidária, quarta-feira à noite. Fez parte também da solenidade a ativação oficial do espaço destinado ao programa, no mesmo complexo […]

Arquivo Publicado em 23/12/2011, às 00h13

None

Na programação dos 76 anos de Dourados, um dos eventos que chamaram a atenção do público que tem acompanhado a agenda desde o dia 1º, na Praça Antonio João, foi o desfile PirêVest, da Economia Solidária, quarta-feira à noite. Fez parte também da solenidade a ativação oficial do espaço destinado ao programa, no mesmo complexo do CAT (Centro de Atendimento ao Turista).

A vice-prefeita Dinaci Ranzi, representando o prefeito Murilo, destacou a grandeza do programa, principalmente por oferecer oportunidade ao pequeno empreendedor. Dinaci disse em seu pronunciamento que uma administração não é feita com apenas uma pessoa, mas através de um grupo que atua em parceria, focado num só objetivo. Assim, segundo ela, é a economia solidária.

O ato contou com a presença de várias pessoas ligadas ao programa, incluindo a coordenadora do Banco Pirê Neuza Grippo, a coordenadora do Fórum Municipal da Economia Solidária Simone Cristine e da secretária de Assistência Social do município Ledi Ferla.

Durante o desfile foram apresentadas várias peças na área de confecção, produzidas em 60% com retalhos de indústrias, principalmente de Santa Catarina. Foram mostradas unidades infantis e adultas, tanto para o público masculino quanto feminino.

Em Dourados são vários os empreendimentos da Economia Solidária, incluindo o Banco Pirê, o primeiro banco de microcrédito do Estado. Pelo menos 120 empreendimentos com média de 400 pessoas atuam não só na área de vestuário, como também na confecção de produtos artesanais, de limpeza, agricultura familiar e ainda na prestação de serviços.

CULTURAL
Na área cultural, o público pode acompanhar também na praça, o espetáculo Mistério do Natal, com o grupo do Ministério de Artes, da 1ª Igreja Batista de Dourados. Para a noite desta quinta-feira (22), estão programadas apresentações de Rafael Deboleto (harpa), CTG (Centro de Tradições Gaúchas), Emmanuel Marinho com o “solo para palavras e sanfona de brinquedo” e ainda a sequência do espetáculo Mistério do Natal.

Jornal Midiamax