Geral

Depois de denúncias de desvio de dinheiro público Fauzi não se reelegeria, diz pesquisa

O levantamento do Ibrape indica três favoritos, todos da oposição a Fauzi, para as eleições 2012 em Aquidauana: os irmãos Odilson Ribeiro (PDT) e Zelito Ribeiro (ex-PTB), além do sobrinho da dupla, o deputado estadual Felipe Orro, também do PDT. Os dados indicam que o ‘melhor’ quadro para o atual prefeito seria uma derrota com uma diferença de 25% dos votos totais da população d...

Arquivo Publicado em 04/05/2011, às 19h00

None
1339557564.jpg

O levantamento do Ibrape indica três favoritos, todos da oposição a Fauzi, para as eleições 2012 em Aquidauana: os irmãos Odilson Ribeiro (PDT) e Zelito Ribeiro (ex-PTB), além do sobrinho da dupla, o deputado estadual Felipe Orro, também do PDT. Os dados indicam que o ‘melhor’ quadro para o atual prefeito seria uma derrota com uma diferença de 25% dos votos totais da população de Aquidauana

Pesquisa Ibrape, encomendada pelo Correio do Estado, divulgada pelo jornal nesta quarta-feira (4), afirma que o prefeito Fauzi Suleiman (PMDB) não teria chances de se reeleger para a prefeitura de Aquidauana em 2012. Fauzi ficou afastado da prefeitura por quatro dias após ser denunciado por improbidade administrativa.


O levantamento do Ibrape indica três favoritos, todos da oposição a Fauzi, para as eleições 2012 em Aquidauana: os irmãos Odilson Ribeiro (PDT) e Zelito Ribeiro (ex-PTB), além do sobrinho da dupla, o deputado estadual Felipe Orro, também do PDT.


Segundo a Ibrape, contra qualquer um dos três nomes da oposição Fauzi sairia derrotado nas urnas em 2012. Os dados indicam que o ‘melhor’ quadro para o atual prefeito seria uma derrota com uma diferença de 25% dos votos totais da população de Aquidauana. A  pesquisa foi realizada nos dias 21 e 22 de abril com 331 eleitores acima de 16 anos. A margem de erro é de 3% para mais e para menos com intervalo de confiança de 96%.


Denunciado


Segundo o promotor de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social da cidade de Aquidauana, José Maurício de Albuquerque, Fauzi estaria metido num esquema de desvio de dinheiro que implica advogados, servidores públicos, o prefeito de Anastácio, Douglas Figueiredo, do PSDB, e uma das mais importantes agências de publicidade de Mato Grosso do Sul, a Futura Comunicação & Marketing, com sede em Campo Grande.


Fauzi chegou a ser afastado pelo juiz da 2ª Vara Cível de Aquidauana, José de Andrade Neto, mas acabou reconduzido ao cargo pelo desembargador Luis Tadeu Barbosa, da 5° Vara Cível do Tribunal de Justiça.


A pesquisa


Em um primeiro quadro, Fauzi Suleiman seria derrotado por Odilson Ribeiro (PDT), que disputou a prefeitura com o próprio Fauzi em 2008. Segundo a Ibrape, Odilson teria 55% da preferência do eleitorado, contra 20% de Fauzi. Outros 7% votam escolheram branco ou nulo, e 18% não sabem ou não opinarem.


Já em um segundo cenário, Fauzi disputando contra Zelito Ribeiro (ex-PTB), o atual prefeito teria um quadro ainda pior. Segundo a pesquisa, Zelito sairia vencedor do pleito, com 49% dos votos, 25% a mais que Fauzi. 8% votam branco ou nulo, e 22% não sabem ou não opinaram.


Contra o deputado estadual Felipe Orro (PDT), Fauzi também não teria chances. O deputado levaria a prefeitura de Aquidauana com 58% dos votos, contra 22% de Fauzi. Neste último cenário, 15% não souberam e não opinaram, e 5% escolhem branco ou nulo.


Rejeição


A pesquisa ainda indica um índice de 44% do eleitorado com rejeição pelo atual prefeito Fauzi Suleiman. Os outros nomes cotados tem menor oposição da população de Aquidauana: Felipe Orro (22%), Zelito Ribeiro (12%) e Odilson Ribeiro (9%).


Jornal Midiamax