Geral

Delúbio faz festa e diz que Dilma continua trabalho iniciado por Lula

O ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) Delúbio Soares disse neste sábado (7), durante festa para comemorar a refiliação dele ao partido, que a presidente Dilma Rousseff está dando continuidade ao trabalho iniciado pelo ex-presidente Lula. O evento foi promovido pelo diretório da legenda em Buriti Alegre (GO), cidade-natal de Delúbio. “O presidente Lula quando […]

Arquivo Publicado em 07/05/2011, às 21h13

None

O ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) Delúbio Soares disse neste sábado (7), durante festa para comemorar a refiliação dele ao partido, que a presidente Dilma Rousseff está dando continuidade ao trabalho iniciado pelo ex-presidente Lula. O evento foi promovido pelo diretório da legenda em Buriti Alegre (GO), cidade-natal de Delúbio.


“O presidente Lula quando fez a sua última campanha, a campanha de 2002, dizia que todos os brasileiros têm o direito de tomar o café da manhã, almoçar e jantar. Foi isso que nós acreditamos, e transformamos o país tirando 30 milhões da pobreza. Dilma tem falado, tem dito a todos os seus ministros, que a prioridade número um é acabar com a miséria no Brasil. A presidente Dilma tem dado continuidade ao que o presidente Lula nos ensinou”, afirmou Delúbio em um curto discurso.


Delúbio chegou por volta de 11h30 ao ginásio paroquial de Buriti Alegre, a 190 quilômetros de Goiânia (GO), e não falou com jornalistas.


Expulso do PT em 2005 por conta do suposto envolvimento no escândalo do mensalão, o ex-tesoureiro Delúbio Soares teve a sua refiliação à legenda aprovada em 29 de abril pelo Diretório Nacional do partido.


Para autorizar o retorno do ex-tesoureiro, o Diretório Nacional analisou uma carta apresentada por Delúbio com um pedido de refiliação. Em três parágrafos, o ex-tesoureiro argumentou que nunca procurou outra legenda e que se manteve fiel ao PT durante todo o tempo em que permaneceu fora do partido.


Delúbio Soares é um dos 38 réus do processo do mensalão que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF). Revelado em 2005, o esquema, segundo a denúncia do Ministério Público, incluia desvio de recursos públicos para compra de apoio político no Congresso.


De acordo com a organização da festa em homenagem a Delúbio, foi servido um almoço para 200 pessoas no local. Eles teriam recebido doação de um quarto de boi para a festa.


O diretório do PT em Buriti Algegre afirma ter convidado 14 vereadores e prefeitos da região, integrantes do diretório estadual e da executiva nacional, além de deputados goianos do PT.


Nenhuma liderança nacional compareceu até agora na festa.

Jornal Midiamax