Geral

Delegado ouve jovens que estavam no carro onde adolescente morreu baleada

O delegado da 6ª Delegacia de Polícia, Daniel Rodrigues, ouviu na manhã desta quinta-feira, 17, duas adolescentes – inclusive uma de 12 anos – que estavam dentro do veículo Gol junto com Leyciane Ribeiro Dias, 17 anos, que foi atingida por um tiro e morreu, na madrugada do dia 16, no bairro Coophavila, em Campo […]

Arquivo Publicado em 17/11/2011, às 18h01

None
1927113879.jpg

O delegado da 6ª Delegacia de Polícia, Daniel Rodrigues, ouviu na manhã desta quinta-feira, 17, duas adolescentes – inclusive uma de 12 anos – que estavam dentro do veículo Gol junto com Leyciane Ribeiro Dias, 17 anos, que foi atingida por um tiro e morreu, na madrugada do dia 16, no bairro Coophavila, em Campo Grande.

Sem revelar detalhes sobre os depoimentos, o delegado vai agora intimar todas as pessoas possíveis que estavam na boate Maresia, o condutor do veículo Gol, Nilson Jesus Francisco, 23 anos, familiares da vítima e outras pessoas que possuíam vínculo com ela. A intenção é chegar até o autor do disparo e saber o motivo da atitude.

Leyciane foi atingida por tiro único que entrou na região do ombro esquerdo e transfixou o tórax. Ela morreu ainda dentro do veículo no colo de outra adolescente, mas mesmo assim o condutor seguiu para uma unidade de saúde pública no bairro Aero Rancho.

A vítima teria pedido uma carona para Nilson. Quando entrou no carro com as duas adolescentes e um rapaz e saíram um grupo de moto teria iniciado uma perseguição e atirado. Uma dos tiros atingiu o carro e depois a vítima. A bala entrou pelo ombro esquerdo e transfixou no peito.

Carro

Nilson Jesus Francisco, 23 anos, condutor do veículo modelo Gol que foi alvejado na madrugada do dia 16 de novembro, onde estava a adolescente Leyciane Ribeiro Dias, 17 anos, apresentou espontaneamente o carro na tarde desta quarta-feira, 16, na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) unidade Piratininga.

O veículo foi disponibilizado para que a perícia técnica fizesse levantamentos na área do disparo que atravessou a porta traseira e acabou atingindo Leyciane. Com os dados técnicos será possível, por exemplo, saber que calibre é a arma utilizada no crime.

Jornal Midiamax