Geral

De colete que vira rede a vestido 8 em 1, inventores mostram projetos na Semana de Tecnologia

O evento, que conta 13 expositores de Mato Grosso do Sul, segue até o próximo dia 22 e é aberto ao público das 8h às 22h.

Arquivo Publicado em 19/10/2011, às 15h09

None
290020176.jpg

O evento, que conta 13 expositores de Mato Grosso do Sul, segue até o próximo dia 22 e é aberto ao público das 8h às 22h.

Foi aberta na manhã desta quarta- feira (19) a Semana Nacional da Ciência e Tecnologia, no Armazém Cultural, em Campo Grande. O evento, que conta 13 expositores de Mato Grosso do Sul, segue até o próximo dia 22 e é aberto ao público das 8h às 22h.

A realização é da Semac (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia), em parceria com o Governo Federal. Grande parte da exposição são projetos desenvolvidos por alunos e instrutores do Senai, nas áreas de alimentos (como pão de queijo feito com cenoura para deixá-lo mais nutritivo), mecânica e industrial (como um coletor de pó para furadeira elétrica manual), entre outros.

“O mundo se move através das inovações. Os governos, o poder público, enfim, todos aqueles que não investem em Ciência e Tecnologia são retrógrados. Essas são as duas áreas que fazem o mundo progredir”, disse o governador André Puccinelli (PMDB), que participou da solenidade de abertura.

Neste ano, acontece também a etapa estadual do “Inova Senai”, onde os participantes de Naviraí, Dourados e Três Lagoas concorrem com oito projetos. Desses, serão selecionados os três vencedores (nas categorias produto e processo inovadores) no Estado que vão competir nacionalmente.

“São idéias simples que podem se tornar grandes inovações, resultar, quem sabe, em patentes. Aqui pode surgir um produto que fará sucesso no Brasil e no mundo. E estamos trabalhando pra isso”, falou Adriane Ricartes Guimarães, coordenadora de tecnologia industrial do Senai.

Falando em idéias, para o público que gosta de praticar atividades ao ar livre, no meio ambiente mais precisamente, que tal um colete que vira rede? O nome da novidade é “Colete Net Vest” e a idealizadora é Jacira Vasconcelos Oliveira. O produto está sendo desenvolvido com brim ou lonita, que, como rede, resiste a até “200 kgs”.

“Ainda estamos fazendo pesquisas e adaptações para atender melhor as necessidades de quem usará o produto. Mas já estamos tendo uma grande aceitação do público”, comentou Fernanda Francisca da Silva, que também participa do grupo do Senai de Dourados. Prático, o mesmo colete traz também vários bolsos e até uma bolsa térmica, com a intenção de dispensar as mochilas que são carregadas nas costas.

Novidade e praticidade no vestuário

Já para as mulheres que querem praticidade e economia, uma mesma roupa que pode se transfornar em até oito peças. Este é o vestido “Mult Look”, projeto que também vem de Dourados. “Dá um diferencial na forma de vestir. Foi desenvolvido quando pensamos na correria das mulheres; algo que elas podem mudar o visual rapidamente e ainda sem gastar muito”, resumiu Lara Ferreira Barretos, que trabalha neste projeto de Lessiane de Lima Rosa. O Mult look pode ser usado com ou sem mangas; essas, depois viram laços; pode também se transformar ainda em tomara-que-caia, em calça ou até macacão saruel.

No Armazém Cultural, estudantes das escolas municipais e estaduais do ensino fundamental e médio e comunidade em geral podem conferir também novidades criadas a partir de materiais recicláveis; a exposição “Nossa Terra” (com imagens de aves e animais do pantal sul-matogrossense) e projetos como ‘alicate isolador de emendas para condutores de energia elétrica’ ou um ‘alerta de nível mínimo para garrafão plástico de água’ com saída para computador.

“Queremos disseminar, divulgar e incentivar a Ciência e Tecnologia no Estado. Para isso, precisamos de investimentos e gerar conhecimento pra toda a sociedade também”, resumiu a coordenadora do evento, Tathiana Boin.

Participam ainda da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, entidades como Sebrae e Fiems,  universidades, como UCDB, Unigran, Uniderp, entre outras.

Jornal Midiamax