Geral

Cursinho a distância pode ser oferecido em 43 cidades de MS

O deputado estadual Diogo Tita (PPS) quer que os municípios de Mato Grosso do Sul com população inferior a 15 mil habitantes contem com cursinhos a distância, preparatórios para vestibular. Por esse motivo o parlamentar sugere que o Governo do Estado encampe essa ideia. Conforme Tita, o CIES (Curso Preparatório para o Ingresso na Educação […]

Arquivo Publicado em 28/09/2011, às 17h56

None

O deputado estadual Diogo Tita (PPS) quer que os municípios de Mato Grosso do Sul com população inferior a 15 mil habitantes contem com cursinhos a distância, preparatórios para vestibular. Por esse motivo o parlamentar sugere que o Governo do Estado encampe essa ideia.

Conforme Tita, o CIES (Curso Preparatório para o Ingresso na Educação Superior) a distância deverá ser instalado nas escolas públicas estaduais que demonstrarem interesse em realizá-lo, obedecendo aos termos da resolução 2.358, de 28 de julho de 2010, da SED (Secretaria de Estado de Educação), que criou o CEPV (Curso Preparatório Pré-Vestibular), abrangendo todos os municípios com população superior a 15 mil habitantes.

Posteriormente, por meio da resolução 2.438, de 25 de abril de 2011, também da SED, o CEPV passou a denominar-se CIES. No entanto, 43 cidades ainda não contam com a implantação do cursinho, de acordo com Diogo Tita.

“Minha sugestão é que o governo garanta uma maior abrangência para o CIES, a fim de que os alunos interessados dos municípios com menos de 15 mil habitantes possam, a distância, se preparar melhor para o vestibular”, esclarece o parlamentar.

Segundo a proposta, os horários das aulas a distância ficarão a cargo e conveniência de cada uma das escolas que tiverem interesse, sem prejuízo da carga horária normal do ano letivo.

Jornal Midiamax