Geral

Corpo de ex-senador Lúdio Coelho é velado na Câmara Municipal de Campo Grande

Personalidades políticas, parentes e amigos participam do velório; ex-senador e ex-prefeito de Campo Grande, Lúdio faleceu nesta terça-feira, na Capital.

Arquivo Publicado em 22/03/2011, às 22h46

None
676286204.jpg

Personalidades políticas, parentes e amigos participam do velório; ex-senador e ex-prefeito de Campo Grande, Lúdio faleceu nesta terça-feira, na Capital.

O ex-senador da República e ex-prefeito de Campo Grande Lúdio Martins Coelho, de 88 anos, está sendo velado na Câmara Municipal da Capital. Ele faleceu no início da tarde, após quatro dias internado no Proncor por agravamento do quadro de diabetes e problemas cardíacos.


“Recebemos com muita tristeza a partida de Lúdio. É a perda de uma referência política. Um homem simples que deixou exemplos para todos”, comentou Paulo Siufi (PMDB), presidente da Câmara dos Vereadores, onde o velório foi realizado.


Nascido em 22 de setembro de 1922 na Fazenda Bela Vista, em Rio Brilhante, Lúdio era filho de Laucídio Coelho e Lúcia Martins Coelho. Ocupou cargos de presidente do Banco Agrícola de Dourados, superintendência do Banco sul-mato-grossense Financial. Na política, foi prefeito de Campo Grande (1983-1985, pelo PMDB e 1989-1992, pelo PTB) e senador da República (1995-2003), também pelo PTB. Presidiu ainda o PSDB estadual.


“Assim como em toda a cidade, na Acrissul fica um sentimento de perda. Perdemos uma referência. Homem correto, digno e justo”, disse Francisco Maia, presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul). Maia lembrou ainda que Lúdio também tinha orgulho de ter participado de todas as edições da Expogrande, em suas 73 edições, expondo, vendendo, comprando e motivando a feira.


Marcaram presença no velório vereadores, como Vanderlei Cabeludo, Mario Cesar, Magali Picarelli, Professora Rose e Carlão e o ex-governador Wilson Barbosa Martins. Os irmãos Magno Martins Coelho, Laci Coelho Barbosa, Edwiges Martins Coelho e Leonor Coelho de Paula também estiveram na cerimônia. A irmã mais velha do ex-senador, Adelaide Martins Coelho, de 98 anos, não participou do velório devido à idade avançada.


O sobrinho mais velho de Lúdio, Laucídio Coelho Neto, de 65 anos, disse que falou com o tio ontem. Ele estava lúcido, mas não disse muitas palavras.


“Ele nunca cogitou morrer, sempre foi otimista, realizador”, conta, revelando ainda os planos que o tio tinha. “Ele queria ainda aumentar o número de silos para plantar soja”, lembrou, ressaltando o bom-humor de Lúdio.


O ex-senador será enterrado nesta quarta-feira (23) às 10h no Cemitério Parque das Primaveras, em Campo Grande. (atualizada às 21h11 // Título alterado)

Jornal Midiamax